carregando...

Academia elege diretoria e fortalece laços com as famílias no 12º Fórum

Arquivo 25/10/2013

Drs. Fernando Nóbrega e José Martins

 

Drs. Álvaro Machado, José Martins e Reinaldo Martins

25/10/13 – “Unir, estimular, ajudar e principalmente continuar esse trabalho maravilhoso que já foi feito até aqui. Aproximar ainda mais o pediatra dos demais profissionais de saúde e das famílias, fortalecer a puericultura, auxiliar a diretoria da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP)”. Esses são alguns dos seus objetivos, segundo o dr. José Martins Filho, professor e ex-reitor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), eleito presidente da Academia Brasileira de Pediatria (ABP) no último dia 12, em assembleia realizada em Curitiba. “Grande responsabilidade a minha, do Álvaro Machado e do Reinaldo Menezes Martins”, diz, se referindo aos novos vice-presidente e secretário, respectivamente, ressaltando a atuação de todas as diretorias que os antecederam e o “papel fundamental” dos drs. Fernando Nóbrega, Núbia Mendonça e Julio Dickstein (presidente, vice e secretário) na última gestão.

À frente da ABP por dois mandatos, dr. Fernando Nóbrega prevê que a atuação da nova direção será “fantástica”, procurando “sempre melhorar o que encontrou”, assinala. Sobre o 12º Fórum da Academia Brasileira de Pediatria, que ocorreu dias 10 e 11 últimos, paralelamente ao 36º Congresso Brasileiro de Pediatria, e homenageando o dr. César Pernetta, o agora ex-presidente elogia particularmente a qualidade dos temas escolhidos e dos debates. Como exemplo, cita a palestra sobre “os primeiros 1000 dias da criança”, feita pelo dr. Nelson Arns Neumann, do Paraná. “Esse assunto abrange desde a gestação, que são 270 dias, mais o primeiro e o segundo ano. É uma época muito importante do desenvolvimento da criança, que vai propiciar uma relação boa da mãe com o filho e, em função disso, é preciso muita atenção para essa fase”, comenta.

Dr. Dias Rego no 12º Fórum

Presidente do 12º Fórum, dr. Dias Rego também ficou satisfeito com a qualidade do evento, que aprofundou, mais uma vez, a questão das transformações na família e na sociedade e seu impacto na infância e na juventude. Importante também por reunir diferentes profissionais que cuidam da criança, além dos pais e estudantes, o evento “foi um sucesso”, avalia. “Viver é um descuido prosseguido”, diz, citando Guimarães Rosa. Mas, de acordo com o presidente do Fórum, a Academia vem perseguindo uma atuação que leve mais qualidade de vida aos pacientes pediátricos, debatendo as novas causas de mortalidade, bem como a grande violência que é a “incapacidade dos políticos de governarem para a saúde e para a educação das crianças”, ressalta, citando o discurso do presidente da SBP na abertura do 36º Congresso.

Dr. Eduardo Vaz participou dos eventos da ABP, levando aos acadêmicos, dentre outras, informações sobre a puericultura, que agora já está no Rol obrigatório da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e a nova residência de três anos. Vice-presidente da SBP e acadêmica, a participação da dra. Luciana Rodrigues Silva, contribuindo para o trabalho conjunto entre a diretoria da Sociedade e da Academia foi elogiada pelo dr. José Martins Filho. Mostrar à população que o pediatra, clínico geral de crianças e adolescentes, tem por objetivo “zelar pelo estabelecimento de um vínculo profundo entre seus pacientes e suas famílias” é o o que queremos, afirmou o presidente eleito da ABP.

Abertura do Fórum

Drs. Julio Dickstein, Nubia Mendonça e Fernando Nóbrega com a secretária Daniela Melo

Acadêmicos em Curitiba