carregando...

AJUDA DA PEDIATRIA BRASILEIRA AO POVO CATARINENSE

Arquivo 08/12/2008

O desastre que arruinou o estado de Santa Catarina, impondo pesado sofrimento ao seu generoso povo, abalou a nação brasileira. As imagens da tragédia despertaram profunda comoção em todo o País. A perda de tantas vidas e a penúria extrema a que ficaram condenados os sobreviventes despertam sentimentos de profunda tristeza em todos nós.

O povo brasileiro, sensível e solidário, respondeu prontamente. Socorros imediatos, ajudas materiais e manifestações de fraterna aliança não param de chegar aos catarinenses. Nossa gente não perde a cordialidade verdadeira que a diferencia.
A Sociedade Brasileira de Pediatria, em estreita sintonia com a dra. Marilza Leal Nascimento, presidente da filiada de Santa Catarina, dirige-se aos seus associados(as), no momento em que a superação da catástrofe requer o máximo de colaboração dos cidadãos.

Conclamo os colegas de todos os estados a contribuírem financeiramente para a recuperação dos componentes mínimos de cidadania, perdidos por grande número de pessoas ‒ adultos, adolescentes e crianças daquele estado. As virtudes humanas e os compromissos sociais que nos mobilizam, sempre que necessário, hão de inspirar os pediatras a fazerem importantes doações para a brava gente catarinense.

Como proceder para contribuir?
As entidades médicas de Santa Catarina, incluindo a Sociedade Catarinense de Pediatria, abriram conta bancária única para receber doações. Os recursos serão administrados pelas citadas entidades e aplicados de acordo com as prioridades por elas identificadas. A idéia é adquirir eletrodomésticos e brinquedos que serão distribuídos por ocasião do Natal.

Colegas que se dispuserem a colaborar podem se referir diretamente a essa conta. É a seguinte:
Banco do Brasil
Agência: 3420-7
Conta: 78747-7
Em nome de: ACM (Associação Catarinense de Medicina)

Qualquer importância é bem-vinda. Estimulem outras pessoas a realizarem o mesmo gesto!

Agradeço, de antemão, as doações que puderem fazer, na certeza de que a pediatria brasileira mostrará, mais uma vez, a visão humanista que a unifica no exercício de ações voltadas para o bem comum.

Um grande e fraterno abraço,

Dioclécio Campos Júnior
Presidente