carregando...

Andadores infantis terão certificação compulsória do Inmetro

Arquivo 14/08/2013

Se não houver redução de acidentes após regulamentação, produto pode até ser banido.

LUCIANA CASEMIRO

ANDREA FREITAS

Fabricantes deverão seguir normas específicas de produção que terão como principal objetivo ampliar a segurança, diz o Inmetro Reprodução da internet

RIO – O risco de acidentes com andadores infantis, principalmente por tombamento, comprovado por testes recentes, levou o Instituto Nacional de Metrologia (Inmetro) a decidir pela certificação compulsória do produto. Assim, os fabricantes deverão seguir normas específicas de produção que terão como principal objetivo ampliar a segurança. Apesar da certificação ser um passo em direção à redução de acidentes, ela não acaba com a polêmica em torno do produto. A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e ONG Criança Segura defendem o banimento dos andadores do mercado brasileiro. O diretor da Qualidade do Inmetro, Alfredo Lobo, explica, no entanto, que não é possível dar um passo tão radical antes de passar pela certificação, como defende a indústria:

— Nós avaliamos as fundamentações das partes, analisamos as regulações de organizações congêneres ao Inmetro no exterior, e o único país que baniu o produto foi o Canadá, os demais, aumentaram o rigor das normas, caso de Austrália, Estados Unidos e europeus.