carregando...

Aracaju recebe o 13º Congresso Brasileiro de Adolescência

Arquivo 16/09/2014

adolescencia loguinho

Como os jovens estão se vendo no mundo? Esse o centro dos debates que ocorrerão de 24 a 27 de setembro, em Aracaju (SE), durante o 13º Congresso Brasileiro de Adolescência. “Será um evento interdisciplinar, multiprofissional. Além do desenvolvimento físico, discutiremos as questões psicológicas, e assuntos como a violência, o bullying, a maioridade penal. O objetivo é proporcionar uma grande discussão”, adianta o dr. Halley Ferraro Oliveira, presidente do evento. “Com as mudanças, que ocorrem cada vez mais rapidamente na sociedade, queremos refletir sobre o comportamento dos jovens na atualidade”, salienta a dra. Mariângela Medeiros Barbosa, presidente do Departamento Científico de Adolescência da SBP.

Para o dia 24, quarta-feira, estão programados cursos que “vão aprofundar temas necessários à prática do pediatra”, informa a dra. Mariângela. Estão entre esses, o próprio “Atendimento ao adolescente” (com o “Desenvolvimento puberal”, “psicológico”, a “consulta” e “problemas clínicos comuns”), o “ Método Kaplan – trabalhando a sexualidade do escolar e do adolescente”, e “Dermatologia – a pele e o adolescente”. Além disso, haverá uma “roda de conversa” com adolescentes pela manhã e à tarde, com seus familiares. Na pauta, assuntos como contracepção, gestação, cyberbulling e violência, entre outros. Haverá divisão em grupos e participação de monitores das Ligas Acadêmicas de Medicina do Adolescente da Universidade Tiradentes UNIT (SE) e de Hebiatria da Faculdade de Medicina do ABC (SP).

Na palestra de abertura, dr. Eduardo da Silva Vaz, presidente da SBP, abordará os “Novos Horizontes da Atenção ao Adolescente”, esclarecendo sobre a presença do assunto no programa do novo currículo internacional da residência em pediatria elaborado pelo Consórcio Global em Educação Pediátrica (GPEC), e que começa a ser implantado no Brasil, e também sobre os honorários, já que este ano o Atendimento em Puericultura foi incluído no Rol da ANS, e deve ocorrer em consultas regulares, anuais, até o final da adolescência.

Além disso, estão na pauta das conferências e mesas-redondas, os distúrbios alimentares e a obesidade, a possibilidade de existir ou não “fast-food saudável”, as atividades físicas apropriadas à faixa etária, o diagnóstico e o tratamento da Síndrome Metabólica na Adolescência, dentre outros assuntos. O Congresso é organizado pela SBP e pela Sociedade Sergipana de Pediatria (SOSEPE) e conta com apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Acesse http://www.adolescencia2014.com.br/ e saiba mais!