carregando...

Chapa única nas eleições para a SBP.

Arquivo 18/03/2013

Eduardo Vaz é candidato à reeleição

Drs. Valmin Ramos e Eduardo Vaz, na homologação

Seguindo rigorosamente o calendário, a chapa foi homologada na última sexta-feira, dia 15, na sede da entidade, no Rio de Janeiro, onde o presidente da Comissão Eleitoral, dr. Valmin Ramos, recebeu e analisou a documentação, a partir do estatuto social da entidade e do regulamento do processo.Encerrado o prazo para a inscrição, apenas uma chapa apresentou-se para assumir a diretoria da SBP, gestão 2013/2015. Os candidatos são os drs. Eduardo Vaz (presidente), Luciana Rodrigues Silva (1ª vice-presidente), Paulo Tadeu Mattos Pereira Poggiali (2º vice- presidente), Marilene Augusta Rocha Crispino Santos (secretária-geral) e Maria Marta Regal de Lima Tortori (diretora financeira). Para a Comissão de Sindicância, inscreveram-se os drs. Angela Marino Barreto Fontes, Robson Jorge Bezerra, Eveline Campos Monteiro de Castro, Jucille do Amaral Meneses e Denise Bousfield da Silva, para titulares, e os drs. Dennis Alexander Rebelo Burns, Claudio Rezende Araújo, Carlindo de Souza Machado e Silva Filho, Rosane Costa Gomes e Aristides Schier da Cruz, como suplentes.

Associado receberá senha para votar pela internet de 24 a 28 de abril

A votação poderá ser realizada de qualquer computador com acesso à internet, de maneira bem simples, entre os dias 24 e 28 de abril. Já em 25 de março será feita a remessa postal e também por meio eletrônico de instruções e das senhas para os associados com direito a voto. “Quem não receber – por carta ou email – deve fazer contato com a SBP”, assinala o dr. Valmin. “Juntamente com a empresa de informática contratada, já reavaliamos todos os procedimentos”, acrescenta.

No site criado especificamente para as eleições, o associado já pode fazer uma simulação de voto, bem como verificar se está apto a participar. São, ao todo, 15.946 pediatras em dia com suas obrigações com a entidade. “O objetivo da modernização foi ampliar a participação, bem como a segurança do processo, diminuindo a chance de possíveis falhas”, frisa o dr. Valmin.

Pediatra é pra valer

À frente da Sociedade por três anos, perguntado sobre os motivos que o fizeram aceitar novamente o desafio, Eduardo Vaz é categórico: “Temos tido muito trabalho, mas também muita satisfação em atuar com equipe tão competente. Ainda temos um longo caminho a percorrer, para a garantia dos direitos de pediatras e dos nossos pacientes, mas estamos cientes do papel importante que vimos cumprindo. Atualizar o currículo da residência em pediatria e, para isso, ampliá-la para três anos; garantir que todas as crianças tenham acesso ao atendimento do médico especializado em sua faixa etária – desde a maternidade até a adolescência; levar a puericultura até a maioria, atendida pelo SUS. São muitos os motivos para continuarmos em frente”, garante. “Não é admissível que a sexta economia do mundo ainda conviva com a morte de mais de 45 mil crianças no primeiro ano de vida. Isso deve nos constranger a todos e precisa mudar, até para atingirmos situação similar a de países vizinhos, da própria América Latina”, salienta o dr. Eduardo. “O Brasil tem hoje mais de 31 mil pediatras titulados, numa proporção de 15,5 por 100 mil habitantes. O problema da assistência à população infanto-juvenil não é numérico. É de distribuição e, acima de tudo, da falta de uma política adequada de saúde e de valorização da infância. Não descansaremos até que se mude essa realidade”, conclui.

Vota pediatra

 

 

Para saber mais sobre as eleições para a diretoria da SBP, o endereço, que também está disponível no portal da Sociedade, é www.votapediatra.com.br. Participe!

Na inscrição da chapa, os drs. Eduardo Vaz, Maria Marta Tortori, Marilene Crispino e Carlindo Machado entregaram os documentos à secretária Ana Lima, da SBP.