carregando...

Currículo mundial da pediatria já em português

Arquivo 25/03/2014

Conheça a nova formação pelo portal da SBP!

global2014

A SBP acaba de traduzir/ adaptar o currículo básico da pediatria mundial elaborado pelo Consórcio Global de Educação Pediátrica (GPEC, a sigla em inglês) – aliança formada por 20 instituições nacionais e regionais que representam mais de 50 países, como China, Japão, Estados Unidos, Alemanha, além do Brasil.

– A iniciativa integra o esforço da entidade para valorizar a especialidade e oferecer a melhor assistência existente nos dias de hoje à população do país – salienta Eduardo da Silva Vaz, presidente da SBP.

O modelo de formação internacional estabelece detalhadamente as aptidões e comportamento necessários ao pediatra do século XXI, capacidades, habilidades, conhecimentos essenciais em cada item. Define os objetivos de cada ano e as condições necessárias para alcançá-los; tem a saúde mental como conteúdo explícito e obrigatório; a adolescência com carga horária expressiva, bem como a neonatologia; trata das doenças crônicas obrigatoriamente; aprofunda a questão da puericultura, com ênfase na influência do meio ambiente no crescimento e no desenvolvimento com vistas à saúde do adulto. A formulação abrange a atenção primária, secundária e terciária à saúde da criança e do adolescente.

– A tradução foi fundamental para dar sustentação ao projeto prioritário da SBP de implantação da nova formação em pediatria, que passa a ter o currículo do GPEC como referência – diz o Dioclécio Campos Jr., representante da SBP no Consórcio.

Residência de três anos

No Brasil, no ano passado e por proposta da SBP, a Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) ampliou o tempo de formação de dois para três anos, atualizando o conteúdo de acordo com as novas descobertas científicas e as mudanças ocorridas na epidemiologia. Em 2014, cinco serviços já começaram a implantá-lo: USP (Universidade de São Paulo/ SP); UnB (Universidade de Brasília/ DF); Hospital Pequeno Príncipe (Curitiba/ PR); Hospital dos Servidores (Rio de Janeiro/RJ) e Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP/Recife/PE). Segundo a CNRM, todos os demais deverão fazê-lo até 2016. A SBP vai colaborar/está colaborando com o processo. A nova formação é compatível com o currículo global e fez aumentar o interesse dos médicos em fazer pediatria:

– No concurso deste ano, na Universidade de São Paulo, os candidatos à residência explicitaram isso na entrevista, que estavam ali por causa do novo currículo. A qualidade está muito relacionada ao perfil de quem escolhe a pediatria, que gosta de fazer bem feito. Já vínhamos tendo grande procura, com cerca de 10% de candidatos a mais em relação ao ano anterior. Mas, em 2014, o crescimento foi de 30 por centro. O mesmo ocorreu no Hospital Pequeno Príncipe (eram 10 candidatos/vaga e agora foram 13/ ampliação de 30%), no IMIP (passou de nove para 12,3/vaga) e na UnB – informa a dra. Sandra Grisi, diretora de Ensino e Pesquisa da SBP e Superintendente do Hospital Universitário da USP.

Histórico

A Sociedade começou a participar dessa articulação mundial em 2012 quando, em abril, dr. Dioclécio esteve presente em reunião do GPEC, em Londres (Inglaterra). Em maio, as Sociedades de Pediatria do Cone Sul se reuniram no Rio de Janeiro e decidiram adotar o currículo elaborado pelo Consórcio. Em novembro, drs. Eduardo e Dioclécio estiveram discutindo o assunto com os colegas em Cartagena, na Colômbia.

Ano passado, o encontro foi em Florida, no Uruguai, onde os dirigentes já se concentravam nas estratégias de implantação do novo currículo. O assunto esteve em pauta também na Carolina do Norte (EUA) e, em outubro, em Curitiba (PR), durante o 36º Congresso Brasileiro de Pediatria, quando representantes da Argentina, Chile, Uruguai, Paraguai, Bolívia e Brasil aprovaram o estatuto e definiram os nomes no Núcleo Executivo do Fórum Permanente das Sociedades do Cone Sul. São eles: Ángela Gentile (presidente), Dioclécio Campos Jr. (secretário-executivo), Margarita Ramonet (secretária-adjunta) e Gustavo Cardigni (tesoureiro). A sede do Fórum será sempre onde está a/o presidente.

Conheça a proposta de currículo básico mundial da pediatria, disponível em português no site do GPEC e no da SBP – na capa em “Documentos &Informações: Novo Currículo/ GPEC/ Programa de Residência em Pediatria de 3 anos” e também aqui!