carregando...

Florianópolis recebe o 16º Congresso Brasileiro de Infectologia Pediátrica

Arquivo 29/10/2010

As doenças infecciosas mais comuns na pediatria e sua prevenção estão no centro do debate marcado para o 16º Congresso Brasileiro de Infectologia Pediátrica, que será realizado entre os dias 3 e 6 de novembro, em Florianópolis. “Trabalharemos os aspectos atuais da infectologia pediátrica, contemplando as enfermidades infecciosas que constituem um desafio constante para a prática da pediatria, frequentemente surpreendida com doenças emergentes, mutações de agentes infecciosos, modificações no perfil epidemiológico, novas descobertas no campo das vacinas e respostas do organismo frente às infecções. Tudo isso, sem esquecer do aprimoramento dos métodos diagnósticos, visando principalmente a prevenção e a atualização na terapêutica”, define, dr. Aroldo Prohmann de Carvalho, presidente do evento.

Durante quatro dias, os congressistas terão oportunidade de atualizar seus conhecimentos com grandes estudiosos do Brasil e do exterior, como o dr. Ron Dagan, de Israel, “que trabalha principalmente pneumococos, pesquisando os efeitos da vacina sobre a doença”, salienta o dr. Eitan Berezin, presidente do Departamento Científico de Infectologia da SBP. Entre os palestrantes de outros países, estarão presentes ainda os drs. Angela Gentile, da Argentina; Brendan Flannery e Carlos G. Grijalva, dos EUA; David Prado Cohrs, da Guatemala e David Greenberg, de Israel.

 No dia três ocorrerão os cursos “Infecções causadas por vírus”, “Imunizações” e “Infecções congênitas/perinatais – diagnóstico, tratamento e seguimento”. Abrangente, o  programa científico inclui temas como “Infecções bacterianas de importância clínica”, “Vacinas incorporadas aos calendários do século XXI”, “Tuberculose na criança”, “O pediatra e as enfermidades infecciosas”, “Infecção pelo HIV e Aids em pediatria”, “Situação atual de enfermidades infecto-contagiosas que levam à hospitalização”, “Abordagem terapêutica das doenças infecciosas pediátricas na era das novas vacinas e resistência aos antibióticos”, entre muitos outros.

No evento, o melhor trabalho em infectologia pediátrica publicado entre os anos de 2008, 2009 e 2010 receberá o Prêmio Calil Farhat /Novartis. Também serão realizadas as duas provas (prática e teórico-prática) do Concurso para Obtenção do Certificado de Área de Atuação em Infectologia Pediátrica. Clique aqui para fazer sua inscrição e participe!