carregando...

Posse, valorização da pediatria e VigilaSus na Paraíba

Arquivo 17/08/2009

17/08/09 – Com palestra do dr. Mário Lavorato, assessor da presidência da SBP, tomou posse em João Pessoa, neste sábado, a nova diretoria da Sociedade Paraibana de Pediatria (SPP) presidida pela dra.Kátia Laureano dos Santos. Melhores condições de trabalho, remuneração digna e atualização científica são o foco da nova gestão, que dará continuidade ao trabalho que vinha sendo realizado pela filiada, sob direção da dra. Gilca Gomes. “As consultas de puericultura, que são mais demoradas, devem também ser mais valorizadas”, salienta a dra. Kátia, assinalando também que há uma grande carência de leitos de UTI neonatal no estado.

Reciclagem – Sobre a educação continuada, a nova presidente informa: “já temos o Curso de Reanimação Neonatal, o PALS e queremos trazer o Suporte Básico de Vida. Além disso, estudamos a realização de um café da manhã com especialistas, mensalmente. Também já recebi muitos projetos elaborados por colegas. Queremos buscar constantemente parcerias e a participação dos associados”, resume.

Integram também a nova diretoria os drs. Shâmya Lewys S. Rached (vice-presidente), Gilca de Carvalho Gomes (presidente de honra), Jacqueline Caroline Albuquerque Diniz (secretária-geral), Maria do Socorro Adriano Oliveira (1ª secretária), Lívia Helena Prazim Ponciano (1ª tesoureira), Alda Lúcia Santos Moreira (2ª tesoureira), Maria de Fátima Oliveira Gomes (Biblioteca) e Rachel Gondim Vital Rego (Relações Públicas).

Dr. Mário Lavorato fez palestra sobre o movimento de valorização da pediatria

VigilaSUS na Maternidade Frei Damião

VigilaSUS e conquistas – Em julho, o Núcleo VigilaSUS da SBP visitou diversos hospitais e maternidades da capital, com objetivo de elaborar um diagnóstico e contribuir para a melhoria da saúde neonatal. Com a presença dos diretores da entidade nacional, drs. Eduardo Vaz, vice-presidente, e Dennis Burns, secretário, foram inspecionados o atendimento médico e as condições de internação dos hospitais Edson Ramalho, Maternidade Frei Damião, Arlinda Marques e Cândida Vargas. “Existe uma demanda muito grande. A capital recebe crianças de todo o estado. Além de UTIs, faltam também enfermarias, a sobrecarga no atendimento é muito grande”, informou a dra. Gilca Gomes, assinalando que quando assumiu a presidência da SPP não havia UTI no hospital Frei Damião nem no Hospital Universitário. “Fomos ao Ministério Público várias vezes. Depois de muita luta, temos tido conquistas. Mas estamos atentos, cumprindo nosso papel de pressionar os responsáveis, e sempre recorrendo à SBP nos momentos decisivos. Os gestores respeitam a entidade nacional. Juntos, conseguiremos avançar mais”, assinalou a dra. Gilca.

O Núcleo também se reuniu com lideranças médicas e com representantes dos órgãos públicos de saúde, entre os quais o secretário estadual. Segundo a dra. Kátia, ospróximos serviços a serem visitados serão os de Campina Grande, a segunda maior cidade da Paraíba. “Recebemos informações de que lá a situação não é melhor do que a da capital e vamos conferir no local”. Para a presidente da SPP, “o prestígio da entidade nacional dos pediatras e sua presença no estado são muito importantes. Fomos muito bem recebidos por todos. Sinto uma abertura dos gestores e do secretário de saúde, assim como de suas assessorias. Estamos confiantes de que vamos obter resultados positivos. Até o final do ano já queremos contar com mudanças”, adiantou a dra. Kátia

Diretoria da SPP na posse, dia 15 de agosto