carregando...

Reconhecimento internacional

Arquivo 28/01/2008

A SBP passou a ser reconhecida como Organização Internacional de Treinamento (OIT) para capacitação de profissionais da saúde em Cursos Suporte Avançado de Vida em Pediatria (PALS) –  que já vinha realizando há 8 anos – e em Cursos de Suporte Básico de Vida (Basic Life Support/BLS), este também para leigos. O credenciamento da Fundação SBP acaba de ser realizado pela American Heart Association (AHA). “Fizemos a solicitação formal no último ano, com base no desempenho do nosso programa”, diz o coordenador dos Cursos de Reanimação da SBP, dr. Paulo Carvalho (foto). Nos últimos oito anos, a Sociedade treinou mais de 6.000 profissionais (especialmente pediatras) no curso PALS, através dos seus 13 pólos.

“O Suporte Básico de Vida é um curso de capacitação que deverá preencher uma grande lacuna e uma demanda histórica da SBP – o treinamento de profissionais de saúde e de leigos no primeiro atendimento da criança vítima de trauma ou de potencial risco de morte”, afirma o dr. Paulo. “Ambos são cursos de imersão, nos quais os alunos mergulham por um ou dois dias, ficando sujeitos às rígidas normas de horário e de dinâmica de grupo. Os estudantes recebem previamente material escrito para estudo, e durante o curso participam ativamente das atividades teórico-práticas, através de demonstrações e simulações com manequins e desafios de situações rotineiras do cotidiano ou da  vida  profissional, como em casa, no clube, na creche e na escola (no caso do BLS), ou no pronto-atendimento, no pronto-socorro ou no hospital (no PALS)”, explica o coordenador.

Dr. Paulo ressalta que os dois cursos têm grande aceitação tanto nos Estados Unidos como em inúmeros outros países, estando associados à redução de mortalidade em várias faixas etárias.  Foram programados com base em dados científicos atualizados, bem como em técnicas pedagógicas constantemente revisadas. As atualizações e adaptações dos cursos são coordenadas pela AHA, com seus inúmeros comitês de especialistas, e repassadas às organizações de treinamento. “Dessa maneira, os cursos dados pela SBP têm reconhecimento igual aos ministrados nos demais países, pois seguem o mesmo modelo e contam com as mesmas informações”, ressalta dr. Paulo, acrescentando que os alunos recebem uma “carteira de capacitação”.

Sobre a importância do Suporte Básico de Vida, dr. Paulo pergunta: “Quantos de nós, como pediatras ou mesmo como pais, já não nos perguntamos inúmeras vezes como proceder frente a uma situação de sufocação de uma criança?”, “Quantos já não  desejaram saber que atitude tomar com uma criança que sofre uma convulsão?”. São dúvidas respondidas no BLS, que é um curso com diferentes graus de complexidade e visa a capacitação tanto de profissionais de saúde, quanto de leigos (pais, educadores, cuidadores de crianças em geral). “A difusão desses cursos é importante para aumentar a consciência sobre a prevenção de eventos desfavoráveis na vida dos cidadãos em geral”, finaliza.