carregando...

Renovação e centenário da SBP marcam o maior evento da pediatria

Arquivo 23/09/2009

Inaugurando um novo conceito e cuidadosamente planejado para proporcionar um maior aproveitamento da atualização científica, o Congresso Brasileiro de Pediatria será realizado de 8 a 12 de outubro de 2009, em Brasília. “Daremos início às comemorações do centenário da SBP – a ser completado em 27 de julho de 2010 –, enfrentando os desafios da atualidade com a força, a união e a vitalidade dos pediatras”, salienta o presidente da entidade, dr. Dioclécio Campos Jr.

Em entrevistas e questionários respondidos nos mais recentes eventos, os associados opinaram sobre o formato. A análise mostrou, entre outras coisas, que “a aquisição e a consolidação do conhecimento são alcançadas de forma mais sólida e dinâmica quando o público participa ativamente dos colóquios sobre os grandes temas”, comenta o presidente do evento e da Sociedade de Pediatria do Distrito Federal (SPDF),  dr. Dennis Burns, 3º secretário da SBP. Os assuntos foram agrupados em sequência, no mesmo espaço físico. As apresentações – mesas redondas, temas livres, palestras e conferências – serão seguidas de colóquios, com moderadores e orientação.

A edição deste ano também introduz o conceito de conteúdo sequencial nos eventos nacionais.  “A ideia é que estes congressos ocorram agora de dois em dois anos, com programa continuado”, adianta o dr. Ercio Amaro Filho, diretor de Cursos, Eventos e Promoções. Para facilitar a participação dos pediatras, também vão ocorrer, no mesmo local e datas, os Congressos Brasileiros de Otorrinolaringologia e Reumatologia. A inscrição poderá ser feita em um, dois ou nos três eventos.

Grandes conferências, cursos e debates aprofundados

“A criança que viverá 100 anos” é o tema da conferência do dr. Jayme Murahovschi. Dra. Magda Lahorgue Nunes, coordenadora do recém-criado Núcleo Permanente de Estudos sobre o Sono da SBP, abordará a “morte súbita”. O professor Marcelo Neri , da Fundação Getúlio Vargas, falará sobre “os impactos sociais da educação na primeira infância”. Também estão programados assuntos como “Prematuros extremos e vida adulta”, “Aterosclerose inicia-se na infância”, “a necessidade urgente de estudos clínicos com medicamentos em pediatria” e “Proliferação de escolas de medicina no Brasil: ameaça à qualidade da profissão”.

Dr. Dennis acrescenta que os Congressos de Otorrinolaringologia e Reumatologia serão voltados aos especialistas e, portanto, vão aprofundar questões importantes destas áreas de atuação. Entre os cursos, estão programados os de “Noções fundamentais de oftalmologia para o pediatra”, “Noções fundamentais de gastroenterologia para o pediatra” e “Noções fundamentais de cardiologia para o pediatra” até “Síndrome de predisposição ao câncer na infância: diagnóstico e supervisão” e também Reanimação Pediátrica (PALS) e Suporte Básico de Vida.

Clique aqui e veja o programa completo