carregando...

Santa Catarina negocia com Unimed da capital

Arquivo 25/03/2010
Reunião da SCP com a Unimed da capital, em julho de 2009. Dra. Marilza está de branco

Remuneração diferenciada nas consultas de puericultura e implantação dos Procedimentos Padronizados em Pediatria (PPP) são os objetivos da diretoria da Sociedade Catarinense de Pediatria (SCP), que se reunirá com a direção da Unimed Grande Florianópolis no dia 08 de abril. Desde 2009, a SCP tem negociado com a cooperativa, defendendo melhores condições para o exercício profissional. “A Unimed solicitou prazo para calcular o impacto financeiro das medidas e no próximo encontro apresentará proposta de operacionalização. Estão muito receptivos”, informa a dra. Marilza Leal Nascimento, presidente da SCP, que participará da reunião juntamente com o diretor de Convênios, dr. Saul Fabre, e o diretor de Defesa Profissional, dr. Genoir Simoni.

“Estamos atuando desde que recebemos a conclamação da SBP para a atividade das filiadas em defesa profissional. Enviamos também para a Unimed a informação sobre a conquista da Sociedade com a inclusão da puericultura na CBHPM. Agimos com base no movimento nacional”, disse a dra. Marilza.

O PPP, que prevê remuneração de todo o tratamento clínico realizado em consultório, já é adotado por várias singulares. O modelo elaborado pela SBP é voltado para os casos de doenças que exigem acompanhamento até a alta do paciente, diminui a internação hospitalar e melhora tanto a qualidade do atendimento, quanto a remuneração do pediatra.
Avisando que o trabalho já está ocorrendo também em Itajaí, dra. Marilza salienta:  “entendemos que o sucesso na negociação com a Unimed da capital terá repercussão em todas as demais singulares e também junto aos demais planos de saúde, entre os quais os que integram a União Nacional das Instituições de Autogestão em Saúde (UNIDAS). Temos informado os colegas sobre a negociação e solicitado o apoio de todos. O pessoal tem dito que ‘está na hora’ e se mobilizado”.