carregando...

SBP e Ministério encerram SMAM em Salvador

Arquivo 06/08/2009

Dr. Dioclécio Campos Júnior, presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, e o governador da Bahia, Jacques Wagner realizam, amanhã, dia 07, às 10h, na Faculdade de Medicina da Bahia (auditório Professor Alfredo Thomé de Britto, Praça 15 de Novembro s/nº, Largo do Terreiro de Jesus, Centro Histórico) em Salvador, ato comemorativo da Semana Mundial da Amamentação no Brasil. Também estarão presentes o presidente da Sociedade Baiana de Pediatria (Sobape), dr. Fernando Barreiro, o reitor da Universidade Federal da Bahia, Naomar Almeida Filho, o diretor da Faculdade de Medicina, José Tavares Neto, o secretário de Saúde Jorge Solla e o prefeito de Salvador, João Henrique.

No evento, que encerra as atividades da 18ª Semana Mundial da Amamentação (SMAM) e pela primeira vez ocorre fora do eixo Rio de Janeiro/ São Paulo/ Brasília, será exibido o filme da campanha que tem como lema a “Amamentação em todos os momentos. Mais saúde, carinho e proteção” e foi gravado para a televisão pela cantora Claudia Leitte, madrinha desta edição.  Cartazes, folhetos, mensagens de rádio, anúncios em pontos de ônibus, metrô e revistas integram o material de divulgação da Sociedade Brasileira de Pediatria e do Ministério da Saúde. Claudia participa com seu filho Davi, nascido em 20 de janeiro e salienta: “é a própria natureza que nos ensina que amamentação é o melhor para os bebês”. Dr. Fernando Barreiro, presidente da Sobape, assinala a importância da mensagem: “o leite materno previne doenças e é importante para o crescimento e para o desenvolvimento da criança”.

Este ano, a Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno (WABA, sigla em inglês) definiu como foco da Semana a amamentação como resposta às emergências, entre as quais estão as enchentes, secas e outras catástrofes ambientais. Dra. Dolores Fernandez, secretária-geral e presidente do Departamento de Aleitamento Materno da Sobape, destaca a segurança garantida pelo leite materno em qualquer situação. Dra. Graciete Vieira, presidente do Departamento de Aleitamento Materno da SBP acrescentaque quando ocorre uma calamidade, e a saúde da população está em risco “a amamentação torna-se ainda mais importante para a criança, pois mata a sede e a fome, o leite materno é seguro, limpo, isento de contaminação, está sempre pronto para ser utilizado, na temperatura adequada e na ‘embalagem’ perfeita”. Além do mais, “durante a amamentação, são liberados hormônios, principalmente a ocitocina, quefortalece o vínculo entre mãe e o filho, ajudando a acalmar os dois e proporcionando uma sensação de bem-estar”, salienta.

Exposição com madrinhas e padrinho – No evento de Salvador, uma exposição de fotografias lembrará a participação de todas as madrinhas e do padrinho da SMAM, desde 1999, quando a SBP lançou a campanha. Já ajudaram a divulgar as vantagens do aleitamento materno Luiza Brunet (1999), Gloria Pires (2000), Isabel Fillardis (2001), Claudia Rodrigues (2002), Luiza Tomé (2003), Maria Paula (2004 e 2005), Vera Viel (2005), Cássia Kiss (2006), Vanessa Lóes e Thiago Lacerda (2007) e Dira Paes (2008).  A SMAM é comemorada desde 1992 em mais de 120 países e, no Brasil, tem suas ações coordenadas pelo Ministério da Saúde desde 1999. A partir de 2004, o MS se associou à SBP na realização da “campanha da madrinha”.

Recomendação - A recomendação da SBP, do MS e da OMS é que as crianças sejam amamentadas até os dois anos ou mais, sendo nos primeiros seis meses alimentadas somente com o leite materno (e a partir daí recebam também outros alimentos saudáveis).

Acesse www.sbp.com.br (campanhas/Semana Mundial da Amamentação 2009) e veja o filme e todas as peças da campanha!