carregando...

SBP se reúne com direção da ANS

Arquivo 14/09/2009

O presidente da SBP entregou ao dr. Fausto documento com a fundamentação da posição que a entidade vem defendendo, que enfatiza a importância da medicina da infância e da adolescência para uma vida com saúde e qualidade também na fase adulta, e propõe R$80,00 como valor mínimo para a consulta do pediatra que atende pelos planos e seguros, com reajuste anual pelo INPC. No texto, a entidade também informa que os profissionais “organizam-se para promover a mobilização nacional capaz de mostrar à opinião pública as reais condições em que atuam e levar os gestores a reverem a lógica atual da remuneração pediátrica no País”.14/09/09 – A SBP vai negociar com as operadoras numa rodada de discussão agendada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), com início previsto ainda para setembro.  A proposta foi apresentada à Sociedade pelo presidente da ANS, dr. Fausto Pereira dos Santos, com quem se reuniram, em Brasília, na última sexta-feira, dia 11, os drs. Dioclécio Campos Jr., Eduardo Vaz, Dennis Burns, Milton Macedo e  Mário Lavorato, presidente, vice, secretário e presidente da Sociedade de Pediatria do Distrito Federal (SPDF), presidente do Departamento de Defesa Profissional e assessor para assistência médica suplementar da SBP.  “Fomos muito bem recebidos. Fausto declarou respeito ao trabalho da SBP e lamentou o fato de as operadoras ainda não reconhecerem a importância dos cuidados pediátricos como estratégia de mudança da lógica da assistência à saúde”, informou o dr. Dioclécio.

Na reunião, dr. Eduardo Vaz  fez um histórico sobre a trajetória de lutas da SBP na defesa profissional. Informou sobre os projetos de lei 227 e 228, da parceria entre a Sociedade e a senadora Patrícia Saboya, que tramitam no Congresso Nacional e visam estabelecer a puericultura tanto nos planos de saúde quanto no SUS, reforçando a relevância da diferenciação desta consulta como reivindicação da pediatria brasileira.  Referiu-se à importância da atuação de Mário Lavorato na criação do Procedimentos Padronizados em Pediatria (PPP) – modelo que permite melhorar a qualidade do atendimento à criança e ao adolescente, além de valorizar o pediatra e desonerar os custos do tratamento das principais doenças.

Dr. Milton Macedo reforçou a necessidade de remuneração justa do pediatra, assinalando que a defesa da dignidade do exercício da pediatria é prioridade para a Sociedade. Dr. Mário  Lavorato (1° à dir. na foto ao lado) afirmou que a situação de aviltamento imposto chegou ao extremo: “os pediatras passaram a não aceitar mais trabalhar nessas condições”. Por isso, salientou, “se não houver modificação no atual cenário, o problema da assistência pediátrica na saúde suplementar será grave para os gestores, pois os pediatras estarão fora do sistema”. Propôs que a consulta de puericultura seja considerada um procedimento a ser incluído no Rol da ANS. Para tanto, defendeu que a SBP participe da audiência pública prevista para o início de outubro, quando apresentará esta reivindicação.

Dr. Dioclécio salientou que “os pediatras resolveram dar um basta ao desrespeito com que são tratados pelos planos de saúde” e citou os estados em que o movimento tem tomado vulto, mencionando a capital federal como o local onde o posicionamento tem avançado com determinação. Dr. Dennis Burns fez relato sobre a situação em que se encontra o movimento dos pediatras do Distrito Federal. Realçou a posição do Ministério Públicoque dr. Fausto afirmou ser a mesma da ANS – a de determinar às operadoras que garantam assistência pediátrica aos usuários. Para o presidente da SBP, a reunião foi muito produtiva e a “mobilização nacional dos pediatras começa a produzir efeitos político-institucionais importantes. Abrem-se as portas para o avanço das reivindicações da pediatria brasileira no âmbito da saúde suplementar”.

Clique aqui para ler a íntegra do documento da Sociedade à ANS.

Da esq. para a dir., drs. Eduardo Vaz, Fausto Pereira, Dioclécio Campos Jr. e Dennis Burns.


Leia outros documentos em Projetos de Lei e propostas para o sistema de saúde 
Leia o SBP Notícias 58/Especial com matéria de capa sobre a mobilização nacional da pediatria.