carregando...

SBP, Soperj e Cremerj divulgam nota em defesa do bom atendimento no Hospital Municipal da Piedade, no Rio de Janeiro

Comunicações Públicas 03/02/2017

logos-sbp-cremerj-soperj

Diante de denúncias feitas por pacientes e médicos do Hospital Municipal da Piedade, no município do Rio de Janeiro, entidades médicas se uniram em protesto contra supostos equívocos de gestão que estão impactando no atendimento da população. Em reunião nesta sexta-feira (3), o Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro, em parceira com as Sociedades Brasileira e do Estado de Pediatria, decidiu solicitar na justiça a suspensão das transferências de pacientes das unidades. 

LEIA A ÍNTEGRA DA NOTA 

As entidades também acionaram o Ministério Público para acompanhar o caso na perspectiva do desrespeito aos direitos da infância e da adolescência. Segundo relatos, essas medidas têm ocorrido, sem aviso prévio e à revelia de pais e responsáveis, que são surpreendidos com a transferência de seus filhos para outros serviços, alguns deles 40 quilômetros distantes. 

“Ressalte-se que os motivos alegados para a ação não procedem, conforme comprovam vários documentos e relatos. A ausência de plantonistas aos finais de semana e a necessidade de obras para correção de infiltrações e refrigeração não justifica o modo desrespeitoso como os pacientes e seus familiares foram tratados”, cita o documento.