Com que frequência eu devo amamentar meu filho?

Departamento Científico de Aleitamento Materno 

  • O Ministério da Saúde e a Sociedade Brasileira de Pediatria recomendam a amamentação até os dois anos de idade ou mais, sendo somente leite materno (aleitamento materno exclusivo) nos primeiros 6 meses, sem necessidade de sucos, chás, água ou outros alimentos. Depois dos 6 meses, a amamentação deve ser complementada com outros alimentos saudáveis e de hábitos da família. 

  • Amamentar é muito mais do que alimentar a criança, envolve interação profunda entre mãe e filho, com fortalecimento do vínculo e repercussões positivas no desenvolvimento cognitivo e emocional da criança. Além disso, é melhor para a saúde da mãe e do bebê.

  • Não é preciso estabelecer um horário fixo. Recomenda-se que a criança seja amamentada sem restrições de horários e de duração da mamada. É o que se chama de amamentação em livre demanda. Nos primeiros meses, é normal que a criança mame com maior frequência e sem horários regulares. É ela quem determina a frequência e a duração das mamadas. Ela aprende a reconhecer seus sinais de fome e saciedade e isto pode estar relacionado a menores taxas de obesidade na idade adulta.

  • Você deve oferecer os dois seios em cada mamada. O bebê é quem decide se mama os dois ou não. Por isso, é bom que a mãe comece cada mamada pelo peito em que o bebê mamou por último na mamada anterior. Assim ele tem a oportunidade de esvaziar bem as duas mamas, o que é importante para a mãe produzir mais leite. A mãe deve deixar o bebê mamar até que fique satisfeito, esperando que ele esvazie uma mama para então oferecer a outra, se ele quiser.


    O leite do início da mamada tem mais água e mata a sede; e o do fim da mamada tem mais gordura e por isso mata a fome do bebê e faz com que ele ganhe mais peso. No início da mamada o bebê suga com mais força porque está com mais fome e assim esvazia melhor a primeira mama oferecida.

  • O tempo de permanência na mama em cada mamada não deve ser fixado, haja vista que o tempo necessário para esvaziar uma mama varia para cada dupla mãe/bebê e, numa mesma dupla, pode variar dependendo da fome da criança, do intervalo transcorrido desde a última mamada e do volume de leite armazenado na mama, entre outros.

    Em geral, um bebê em aleitamento materno exclusivo mama de oito a 12 vezes ao dia. Esse é um comportamento normal, não é um sinal de fome do bebê, de leite fraco ou de pouco leite.

Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 / 8618 / 8901 / 8675 • Fax: 3081-6892 

SBP-RS • R. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520 

Memorial • Rua Cosme Velho, 381 - Cosme Velho (RJ) - CEP: 22241-125 • 21 2245-3110