Prevenção à gravidez na adolescência: queda nos números não implica em menos cuidados

Embora venha registrando menores casos de natalidade adolescente, no Brasil, o número ainda é preocupante e requer atenção. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), de cada cinco bebês que nascem, um tem a mãe com idade entre 15 e 19 anos de idade, o que só reforça a importância de conscientizar, informar e trazer à tona a necessidade de se combater a gravidez precoce.

A médica pediatra e do Comitê de Adolescência da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS), Lilian Day Hagel, explica que mesmo que os registros de casos estejam diminuindo, as complicações seguem prejudicando adolescentes, e por isso as campanhas de conscientização seguem sendo fundamentais.

“A gravidez na adolescência é prejudicial sob ponto de vista da perspectiva de vida do adolescente. É frequente que a mãe abandone a escola e interrompa definitivamente os estudos, o que é um fator complicador para o futuro. Além disso, uma gestação indesejada, às vezes, é fruto de relações de poder ou casos de violência, o que gera traumas permanentes”, salienta a pediatra.

Diálogo entre pais e filhos é fundamental

O assunto precisa ser discutido, seja na escola, nas famílias e principalmente em ações de políticas públicas. Afinal, a medida mais eficaz para prevenir a gravidez na adolescência ainda é a educação.

Para a presidente da SGP, Marise Tofoli, os adolescentes precisam de orientação e conscientização. “Os pais precisam romper as barreiras quando o assunto envolve sexualidade. É preciso falar e permitir que seus filhos aprendam, também na escola, sobre o convívio de respeito entre meninos e meninas, bem como a proteção necessária nas atividades sexuais, como os métodos contraceptivos. Tais informações não servem para estimular os jovens, e sim evitar uma gestação precoce e a transmissão de doenças”, afirma a médica.

A Semana de Prevenção à Gravidez na Adolescência inicia-se nesta sexta-feira (1).


 


Nossos Endereços



Endereço: Edifício Buriti Center, 12º andar, salas 1201-1203, Alameda dos Buritis, nº 408, Centro – Goiânia (GO)

Telefone: (62) 3251-5175

E-mail: sogoped@gmail.com