carregando...

Caminhada na orla de Salvador incentiva o aleitamento materno

Filiadas 08/08/2016

Atividade integra calendário da Semana Mundial de Aleitamento Materno 2016

filiada-smam2016
Foto Paulo Macedo

 

A orla de Salvador ficou movimentada na manhã deste sábado (6) com a realização de uma caminhada em prol da amamentação. A atividade, que integra a Semana Mundial de Aleitamento Materno 2016 (SMAM), contou com a participação de pediatras, outros profissionais da área de saúde e de famílias que defendem a causa. O grupo participou de um café da manhã coletivo no Jardim de Alá e seguiu em direção ao antigo Aeroclube, retornando ao ponto de partida.

Durante a caminhada, animada por palavras de ordem em defesa do aleitamento e por músicas temáticas cantadas pelo grupo, foram distribuídos panfletos com orientações e informações sobre a importância do aleitamento no crescimento e desenvolvimento das crianças. A atividade foi promovida pela Sociedade Baiana de Pediatria (Sobape), Instituto de Perinatologia da Bahia (Iperba), com apoio da Comissão Hospitalar de Incentivo ao Aleitamento Materno (Chiam) e do Sindicato dos Trabalhadores em saúde do Estado da Bahia (Sindisaúde).

Este ano, a Semana Mundial de Aleitamento Materno tem como tema a sustentabilidade, com o slogan “Presente Saudável, Futuro Sustentável”. Diante disso, a presidente da Sobape, a pediatra Dolores Fernandez, chamou a atenção para a importância da sustentabilidade promovida pelo aleitamento materno. “O leite materno é um alimento que vem direto da fonte, é consumido in natura, não tem contaminação e não gera resíduos ao meio ambiente”, destacou Dolores.

Caminhada no calendário

A responsável médica pelo Banco de Leite do Iperba, a pediatra e neonatologista Ana Paz, que é vice-presidente da Sobape, disse que a caminhada sempre foi um desejo de muito tempo e que pôde ser realizado agora. “A caminhada é uma forma saudável de incentivar uma prática tão saudável. O aleitamento materno é fundamental no crescimento e desenvolvimento das crianças”, comemorou Ana Paz, que, junto com Dolores Fernandez, é consultora em aleitamento materno. Segundo Ana Paz, a caminhada já vai entrar no calendário da SMAM de 2017. 

A presidente do Departamento de Aleitamento Materno da Sobape, a intensivista neonatal Iandira Castro, levou para a caminhada sua própria experiência de amamentação. Ela conseguiu amamentar seus dois filhos, além do prazo mínimo de aleitamento exclusivo de seis meses. Um dos seus filhos mamou por dois e o outro por quatro anos. “Precisamos que as famílias, as empresas e sociedade apóiem as mulheres para que elas possam amamentar com tranquilidade. Só assim, poderemos reduzir os indicadores negativos do aleitamento materno”, reforçou, acrescentando que, por ano, mais de 800 mil bebês (até 1 ano) morrem no mundo por não terem sido amamentados.

Adesão

O casal de cirurgiões dentistas Osvaldo e Virgínia Naziazeno estava na caminhada com os gêmeos Vitor e Vinícius, de 4 anos. “Sei da importância do aleitamento para a saúde das crianças e apoiei minha esposa para isso. Ela conseguiu amamentar com exclusividade até os quatro meses”, disse Osvaldo.

O torcedor do Vitória Antonio Ferreira Silva, mais conhecido como “Bigode do Vitória”, também aderiu às manifestações em prol do aleitamento materno e disse que está muito saudável aos quase 61 anos porque mamou até 5 anos. “Faço maratona de farol a farol e não tenho doença nenhuma porque mamei muito. Vou a pé, vou de bike. Tenho saúde de sobra”, comemorou.