carregando...

Canp debate investigação detalhada da avaliação nutricional de crianças na Bahia

Filiadas 28/10/2016
canp_sobape2016
Evento foi promovido pela SBP e realizado na sede da Sobape, em Salvador (BA)

Muito mais que medir e pesar. Foi sob essa premissa que pediatras baianos discutiram uma investigação mais detalhada da avaliação nutricional de crianças e adolescentes durante o Curso de Aprimoramento em Nutrologia Pediátrica (Canp), realizado pela Sociedade Baiana de Pediatria (Sobape) e promovido pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), em Salvador.

Durante dois dias de aulas, os participantes tiveram palestras com as nutrólogas pediatras Sarah Levita e Junaura Barreto, que preside o departamento de Nutrologia Pediátrica da Sobape. “As pessoas acham que é só a antropometria, ou seja, pesar, medir e colocar na curva de crescimento, mas é uma avaliação muito mais ampla”, esclareceu a pediatria Sarah Levita.

Durante a abertura do curso, realizado nos dias 21 e 22 de outubro, ela destacou alguns pontos que precisam ser levados na consulta médica, como a rotina da criança, os hábitos alimentares dos pais, tempo de exposição à televisão (tablet e smartphone) e ainda o histórico alimentar da mãe desde o período gestacional.

Segundo ela, pesquisas detectaram cerca de 150 substâncias no leite materno, dentre as quais vários tipos de gordura, inclusive saturadas, que são consumidas pelo bebê através da amamentação.

“A alimentação da mãe influencia já no intra útero. Não é incomum a gente ver em consultório crianças em aleitamento materno exclusivo que já evoluem para a obesidade”, afirmou.

Os participantes do Canp também realizaram discussões sobre segmento ambulatorial do recém-nascido pré-termo, alergia alimentar, desnutrição, obesidade infantil, alimentação do pré-escolar e adolescente, deficiência de micronutrientes, aleitamento materno e alimentação complementar.