carregando...

Sociedade de Pediatria de Pernambuco promove atividade de integração focada no médico residente na especialidade

Filiadas 22/03/2017
sopepe-residente1
Participantes de seis programas existentes em Pernambuco aceitaram o convite para acompanhar uma atividade na sede da Sopepe

 

O estímulo à integração dos residentes em Pediatria entre si, com profissionais já atuantes e com a sociedade da especialidade é uma meta que tem sido superada em Pernambuco, graças ao empenho da filiada no Estado. Na semana passada (16 de março), os participantes de seis programas existentes na região aceitaram o convite para acompanhar uma atividade na sede da entidade local, que inaugurou uma nova etapa na relação com esse grupo. 

O presidente da Sociedade de Pediatria de Pernambuco (Sopepe), dr Eduardo Fonseca Lima, comemorou o marco instalado. “Um dos compromissos que assumi quando tomei posse era de conseguir realizar uma atividade mensal regular que incluísse todos os residentes dos diversos programas de pediatria do Estado. Foi com muita alegria que assistimos ao cumprimento dessa meta”, ressaltou. 

ASSOCIADOS - Dentre os objetivos principais das atividades estava um com repercussão para a especialidade em nível nacional: conscientizar a todos os residentes da importância de serem membros associados da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), na categoria médico residente. Durante o encontro, os jovens médicos e futuros especialistas ouviram orientações sobre as vantagens dessa decisão, como a possibilidade de contarem com benefícios em inscrições para diferentes eventos e no PRONAP, assim como de enviarem suas contribuições para a revista Residência Pediátrica. 

Para dr. Eduardo, o retorno vai além. Inclui também o fortalecimento do vínculo de cooperação, contribui para a uniformização de conteúdos teóricos e colabora para a formação de uma rede de profissionais a partir do maior entrosamento de todos os residentes. Atualmente, o Estado de Pernambuco conta com programas de residência em pediatria em seis serviços: Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP) e os Hospitais Barão de Lucena, das Clínicas (vinculado à Universidade Federal de Pernambuco), Maria Lucinda, Osvaldo Cruz/UPE e Dom Malan, que fica em Petrolina. 

A intenção é que, a partir de agora, esses encontros sejam mensais e com o envolvimento direto das coordenações dos serviços, que se revezaram nesse papel. Na primeira edição, houve palestras sobre as competências para o residente de pediatria, a residência de pediatria em três anos e a atualização do calendário vacinal 2017. No total, 69 residentes, acompanhados dos respectivos supervisores de programa, participaram. 

FORTALECIMENTO - A presidente da SBP, dra Luciana Rodrigues Silva, elogiou a iniciativa da Sopepe. Segundo ela, o trabalho realizado pela atual gestão da filiada pernambucana tem sido exemplar. “Todos os esforços feitos em prol do fortalecimento da residência pediátria no Brasil merecem nosso reconhecimento. Um especialista bem formado, motivado, certamente resultará numa prática médica de alta qualidade, com benefícios, em especial, para as crianças e os adolescentes, bem como para seus familiares. Esse é uma preocupação constante da SBP”, afirmou. 

Para saber mais sobre o trabalho realizado pela Sociedade de Pediatria de Pernambuco (Sopepe), os interessados devem ficar atentos às atividades anunciadas no site da entidade (http://sopepe.com.br/). Também se sugere que seja feito o acompanhamento da página da SBP (https://www.sbp.com.br/).