AAAI_2_1_miolo_cor.indd

AAAI_2_1_miolo_cor.indd

39 Submetido em: 24/02/2018, aceito em 26/02/2018. Consenso Brasileiro sobre Alergia Alimentar: 2018 - Parte 2 - Diagnóstico, tratamento e prevenção. Documento conjunto elaborado pela Sociedade Brasileira de Pediatria e Associação Brasileira de Alergia e Imunologia Arq Asma Alerg Imunol. 2018;2(1):39-82. Brazilian Consensus on Food Allergy: 2018 - Part 2 - Diagnosis, treatment and prevention. Joint position paper of the Brazilian Society of Pediatrics and the Brazilian Association of Allergy and Immunology Artigo Especial © 2018 ASBAI http://dx.doi.org/10.5935/2526-5393.20180005 Na última década o conhecimento sobre a etiopatogenia da alergia alimentar (AA) avançou muito. A identificação de novas formas clínicas de apresentação, aliada à aquisição de novos métodos laboratoriais, possibilitaram a realização do diagnóstico etiológico de modo mais preciso, sobretudo quanto à reatividade cruzada entre alimentos e mesmo na identificação de marcadores indica- tivos de formas clínicas transitórias, persistentes e quadros mais graves. A padronização dos testes de provocação oral permitiu a sua realização de forma mais segura e possibilitou a sua inclusão entre as ferramentas disponíveis para uso na confirmação etio- lógica da AA. Apesar disso, a exclusão do alimento responsável pelas manifestações clínicas continua sendo a principal conduta terapêutica a ser empregada. Entre os pacientes alérgicos às Over the last decade, knowledge about the etiopathogenesis of food allergy (FA) has advanced a great deal. The identification of new clinical presentations, associated with the acquisition of new laboratory methods, have made the diagnostic process more accurate, especially with regard to cross-reactivity between foods and the identification of biomarkers suggestive of transitory, persistent clinical forms and/or more severe manifestations. The standardization of oral provocation tests has made their perfor- mance safer and has allowed their inclusion among the tools available for use in the etiological confirmation of FA. Despite this, exclusion of the food involved in the clinical manifestations remains as the main therapeutic strategy. Among patients allergic to cow’s milk proteins, the availability of special formulas, e.g., partially Dirceu Solé 1 , Luciana Rodrigues Silva 2 , Renata Rodrigues Cocco 1 , Cristina Targa Ferreira 3 , Roseli Oselka Sarni 4 , Lucila Camargo Oliveira 1 , Antonio Carlos Pastorino 5 , Virgínia Weffort 6 , Mauro Batista Morais 7 , Bruno Paes Barreto 8 , José Carlison Oliveira 9 , Ana Paula Moschione Castro 5 , Jackeline Motta Franco 10 , Herberto José Chong Neto 11 , Nelson Augusto Rosário 11 , Maria Luisa Oliva Alonso 12 , Emanuel Cavalcanti Sarinho 13 , Ariana Yang 14 , Hélcio Maranhão 15 , Mauro Sérgio Toporovski 16 , Matias Epifanio 17 , Neusa Falbo Wandalsen 4 , Norma Motta Rubini 18 ABSTRACT RESUMO 1. Universidade Federal de São Paulo, Disciplina de Alergia, Imunologia Clínica e Reumatologia - São Paulo, SP, Brasil. 2. Universidade Federal da Bahia, Departamento de Pediatria - Salvador, BA, Brasil. 3. Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, Departamento de Pediatria - Porto Alegre, RS, Brasil. 4. Faculdade de Medicina do ABC, Departamento de Pediatria - Santo André, SP, Brasil. 5. Universidade de São Paulo, Instituto da Criança - São Paulo, SP, Brasil. 6. Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Departamento de Pediatria - Uberaba, MG, Brasil. 7. Universidade Federal de São Paulo, Departamento de Pediatria - São Paulo, SP, Brasil. 8. Universidade do Estado do Pará, Departamento de Pediatria - Belém, PA, Brasil. 9. Universidade Federal da Bahia, Departamento de Alergia e Imunologia - Salvador, BA, Brasil. 10. Universidade Federal de Sergipe, Departamento de Pediatria - Aracaju, SE, Brasil. 11. Universidade Federal do Paraná, Departamento de Pediatria - Curitiba, PR, Brasil. 12. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Departamento de Medicina - Rio de Janeiro, RJ, Brasil. 13. Universidade Federal de Pernambuco, Departamento de Pediatria - Recife, PE, Brasil. 14. Faculdade de Medicina da Universidade São Paulo, Disciplina de Imunologia e Alergia - São Paulo, SP, Brasil. 15. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Departamento de Pediatria - Natal, RN, Brasil. 16. Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, Departamento de Pediatria - São Paulo, SP, Brasil. 17. Faculdade de Medicina da Pontifícia Universidade Católica, Departamento de Pediatria - Porto Alegre, RS, Brasil. 18. Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Disciplina de Alergia e Imunologia Clínica - Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

RkJQdWJsaXNoZXIy NDQwMTAx