Associe-se

Com altas doses de engajamento e participação, termina o 3º Capco, realizado em Goiânia (GO)

A terceira edição do Congresso de Atualização em Pediatria do Centro-Oeste (Capco) foi um momento de congraçamento que juntou especialistas de diferentes gerações em torno de um só objetivo: a busca pelo fortalecimento da pediatria em níveis local e nacional. Os 433 inscritos fizeram sua parte e acompanharam atentamente os debates realizados e, ao final, manifestaram seu apoio à campanha #eupediatra – cuidando do futuro do Brasil.

A presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), dra. Luciana Rodrigues, que acompanhou todas as atividades, comemorou o engajamento do grupo: “O pediatra tem nas mãos o futuro da Nação, pois é o profissional que assiste as crianças e os adolescentes do Brasil. Portanto, é preciso ampliar as ações de valorização e união desses especialistas, fortalecendo e dando voz, cada vez mais, à categoria”, explicou, sempre preocupada com os rumos da especialidade no País.

Durante o Capco, que aconteceu de 21 a 24 de junho, em Goiânia (GO), a presidente da SBP também aproveitou a oportunidade para conhecer a realidade de trabalho no Estado. Ela visitou hospitais e centros de saúde e conversou com os pediatras goianos para saber quais os principais desafios que enfrentam no exercício da especialidade. Esse trabalho faz parte do compromisso assumido pela atual gestão de verificar in loco, nos estados e municípios, os dilemas pelos quais passa a pediatria.

“Em cada localidade por onde passamos, temos procurado conversar com os pediatras que, apesar de filiados, não exercem cargos nas entidades de classe. Esse contato ajuda muito a SBP a desenhar o seu plano de trabalho focado na defesa da especialidade e dos interesses dos médicos e dos pacientes. Esse contato é fundamental e prioritário”, disse dra Luciana Rodrigues Silva, que fez a conferência de abertura sob o tema “Reflexões sobre a pediatria na atualidade”.

PEDIATRA SOLIDÁRIO – Ainda como parte das atividades que marcaram o Capco, destaca-se o informe sobre a chegada a Goiás do projeto “Pediatra Solidário”, iniciativa desenvolvida primeiramente pela Sociedade de Pediatria do Distrito Federal (SPDF), pelo qual especialistas voluntários prestam atendimento gratuito para meninos e meninas de instituições sem fins lucrativos, na fase da infância e adolescência. A iniciativa complementa os serviços do SUS (Sistema Único de Saúde) e proporciona assistência médica e bem-estar para esse público.

Outra ação que mereceu um espaço importante no Capco foi a apresentação local da campanha “Gravidez sem álcool”, idealizada pela SBP, que visa conscientizar sobre os riscos e prejuízos causados pela ingestão de bebidas alcoólicas na gestação. A presença da dra. Conceição Segre, idealizadora desse trabalho e membro da Academia Brasileira de Pediatria, prendeu a atenção dos congressistas, que, por meio dela, aprenderam mais sobre a Síndrome Alcoólica Fetal (SAF), seus riscos e consequências para a saúde das crianças.

A SAF é a principal causa de retardo mental e de anomalias congênitas não hereditárias representando grande problema de saúde pública. Estima-se que a prevalência média mundial da SAF seja de 0,5-2 casos por 1000 nascidos vivos e que, para cada criança com a síndrome completa, existam três que não apresentem todas as características da síndrome, mas que possuam déficits neurocomportamentais resultantes da exposição pré-natal ao álcool.

No Brasil, não há dados oficiais. Entretanto, há indícios preocupantes. Estudo realizado em um hospital de São Paulo, com a participação de quase 2 mil  futuras gestantes apontou que 33,29% consumiram bebida alcoólica em algum momento da gestação. O trabalho apontou, ainda, que em 71,4% dos casos a gravidez não foi planejada, ou seja, o desconhecimento desse estado pode ter contribuído para que elas continuassem sendo expostas ao álcool, com aumento de risco de diagnóstico da SAF nos recém-nascidos.

No endereço eletrônico http://nova.sbp.com.br/gravidezsemalcool, o internauta encontrará acesso a dados sobre o que é essa síndrome, como diagnosticar a doença e quais os problemas que gera para as crianças, entre outros pontos. A ferramenta da SBP se soma à campanha #GravidezSemÁlcool, organizada pela Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP) com o apoio de outras entidades médicas, como o Conselho Regional de Med icina do Estado de São Paulo (Cremesp), Associação Paulista de Medicina (APM), Academia de Medicina de São Paulo, Associação Brasileira das Mulheres Médica e Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia de São Paulo (Sogesp).

PROGRAMAÇÃO – O 3º Capco concluiu suas atividades, no sábado (24), tendo oferecido acesso a atualizações e a inúmeras novidades, em cursos pré-congresso, palestras, simpósios, fóruns e oficinas. O evento contou com a participação direta de uma Comissão Científica, responsável pelo desenho da programação, compos ta por representantes de estados da região:  dra Andrea Nogueira Araújo (DF), como presidente; e como membros os drs Alessandra Naghettini (GO), Ana Marcia Guimaraes Alves (GO), Christian Müller (DF), Dennis Burns (DF), Elisa de Carvalho (DF), Luciana Nabuth Cintra (GO), Marise Tofoli (GO), Renata Orlandi Rubim (DF) e Valéria Granieri (GO).  

ACESSE A PROGRAMAÇÃO COMPLETA  

Com uma agenda repleta de convidados especiais, o Congresso ofereceu conteúdos sobre assuntos que afetam o cotidiano dos especialistas: reanimação neonatal; urgências e emergências; pediatria do desenvolvimento e comportamento; e atualização em vacinas. Também houve conferências sobre amamentação; integração do pediatra com as redes de atenção em saúde; terminalidade da vida e cuidados paliativos; hebicultura: cuidado integral do adolescente; e desafios para a formação do pediatra. Para a presidente do Congresso, dra Ana Márcia Guimarães Alves, o grande número de inscrit os, “imbuídos de força e idealismo”, ajudou na superação dos objetivos do evento: integrar, capacitar e valorizar. (Com informações da Sociedade Goiana de Pediatria).


Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 / 8618 / 8901 / 8675 • Fax: 3081-6892 

SBP-RS • R. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520 

Memorial • Rua Cosme Velho, 381 - Cosme Velho (RJ) - CEP: 22241-125 • 21 2245-3110