Associe-se

Em encontro histórico em Belém, SBP e filiadas discutem desafios e ações da Pediatria para 2019

Pela primeira vez na história da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a cidade de Belém, capital do Pará, foi palco de uma reunião realizada entre a diretoria-executiva da entidade e os 27 presidentes de filiadas estaduais. A escolha fora do eixo Sul-Sudeste teve como objetivo reforçar o compromisso firmado pela atual gestão da SBP de descentralizar as ações da instituição e fortalecer o relacionamento com os pediatras de todo o País.

Na ocasião, cada um dos participantes compartilhou os desafios e conquistas experimentados pelas Sociedades Estaduais. A urgência em elevar as atuais taxas de cobertura vacinal, novas estratégias em educação continuada, a presença do pediatra na sala de parto, a valorização da puericultura como procedimento da especialidade, além das experiências bem-sucedidas de eventos regionais estiveram entre os temas discutidos.

A presidente da Sociedade Paraense de Pediatria (Sopape) e anfitriã do encontro, dra. Vilma Hutim, abriu as discussões apresentando um diagnóstico detalhado sobre a atual situação da pediatria no Estado. O desafio imposto pela grande dimensão territorial do estado, que possui cidades a mais de 1.300 km de distância da capital, e a relevância da organização regional foram alguns dos tópicos destacados pela especialista.

“Nossa meta é que haja ao menos um pediatra em cada maternidade do estado, mas ainda existe uma diferença significativa de realidades dentro do Pará. Em Bragança, por exemplo, temos uma unidade do Hospital Amigo da Criança que dá suporte a diversas cidades da nossa microrregião Nordeste. No entanto, ainda existem municípios inteiros – como Jacareacanga e Aveiro – que não contam com nenhum pediatra”, afirmou.

VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL – Durante a reunião, outro assunto destacado foi a campanha elaborada pela Sociedade Catarinense de Pediatria (SCP), cujo lema é “Pediatras não são apenas importantes, são indispensáveis”. A iniciativa tem como objetivo promover a valorização do trabalho dos especialistas, fortalecendo o entendimento de que apenas o pediatra tem a capacidade de oferecer uma assistência adequada a crianças e adolescentes, acompanhando de forma integral o seu crescimento e desenvolvimento.

De acordo com a presidente da SBP, dra. Luciana Rodrigues Silva, diferentes ações que visam mobilizar o poder público vêm sendo desenvolvidas nesse sentido. “A ausência do pediatra nas políticas de atenção primária à saúde é um grande equívoco que precisa ser reparado o mais rápido possível. Durante o processo eleitoral de 2018, entregamos a todos os candidatos uma Agenda em Defesa da Criança e do Adolescente em que esse item é ressaltado como prioridade. Agora, vamos novamente entrar em contato com as autoridades eleitas e lutar para garantir o direito à assistência de qualidade em todos os níveis de atenção”, afirmou.

RESULTADOS E PERSPECTIVAS – A repercussão positiva da campanha Image Gently, desenvolvida pela SBP em prol do uso racional dos exames de imagem – como raios-x e tomografias –, também esteve em pauta. O presidente da Sociedade Espiritossantense de Pediatria (SOESPE), dr. Rodrigo Aboudib, anunciou a implementação de um novo sistema para acompanhar o número de procedimentos com radiação realizados pelos pacientes pediátricos em uma rede de planos de saúde do Espírito Santo. Segundo o especialista, a iniciativa foi motivada pelo grande impacto e mobilização gerados pela campanha no Estado.

Outro tema tratado no encontro foi a ampliação dos eventos promovidos pela SBP em parceria com as filiadas. O assunto foi introduzido pelo presidente da Sociedade Matogrossense de Pediatria (SMP), dr. Rubem Couto, com ênfase na experiência de sucesso do Congresso de Atualização em Pediatria do Centro-Oeste (Capco 2018), ocorrido em Cuiabá (MT), em maio. O resultado positivo do evento, tanto em termo de público quanto em qualidade científica, servirá como modelo para a realização de mais um ação pioneira da SBP: o 1º Congresso Integrado de Pediatria do Nordeste, cuja programação e detalhes serão divulgados oportunamente.

Além disso, foram apresentados balanços sobre o 2º Congresso Piauiense de Pediatria, que marcou a retomada às atividades científicas de grande porte pela filiada, após uma lacuna de cerca de 30 anos; o apadrinhamento da Sociedade de Pediatria e Puericultura do Maranhão (SPPM) pela Sociedade Paranaense de Pediatria (SPP), que propiciou o intercâmbio de informações entre as entidades de diferentes portes; e as ações de conscientização a respeito da importância da vacinação desenvolvidas pela Sociedade Roraimense de Pediatria (SRP), após o grande fluxo de imigração venezuelana no Estado.

Houve ainda apresentação da presidente da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS), dra. Cristina Targa, com um panorama dos preparativos para o 39° Congresso Brasileiro de Pediatria (39º CBP). Dentre os principais avanços anunciados está a aprovação do Centro de Convenções da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS) como sede oficial do evento, a parceira firmada junto à rede de hotelaria da cidade para reserva de 2.500 leitos, além da previsão de finalização da programação científica preliminar em janeiro de 2019.


Eventos
Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 / 8618 / 8901 / 8675 • Fax: 3081-6892 

SBP-RS • R. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520 

Memorial • Rua Cosme Velho, 381 - Cosme Velho (RJ) - CEP: 22241-125 • 21 2245-3110