Associe-se

Empoderamento feminino é tema da nova campanha da SBP pelo Dia Internacional da Mulher


Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, comemorado nesta semana (8 de março), a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) preparou uma campanha especial, que destaca os avanços e obstáculos na defesa dos direitos das mulheres. Sob o mote “Pediatria de Respeito: respeite a mulher pediatra”, a campanha deve se prolongar ao longo do mês, com a inserção de peças, artigos e depoimentos em todos os canais de comunicação da entidade e que estarão, também, concentrados em um espaço de destaque no http://www.sbp.com.br/mulher-pediatra/.

O objetivo da campanha, segundo avalia a presidente da SBP, dra. Luciana Rodrigues Silva, é abordar o empoderamento da mulher pediatra. Em mensagem de vídeo, distribuído para todos os pediatras do País, ela enfatiza a satisfação por ter sido a primeira mulher a ter a oportunidade de representar os pediatras brasileiros. No vídeo, intitulado Mulher Pediatra, os especialistas são convidados a fazer uma reflexão sobre o Dia Internacional da Mulher e sobre as desigualdades que ainda existem entre homens e mulheres, como as questões salariais, por exemplo.

 VEJA AQUI OS VÍDEOS.

Dra. Luciana explica que a SBP defende que todos procurem observar na sua rotina de vida o cumprimento de Princípios de Empoderamento das Mulheres, propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU). “Sabemos que as mudanças de comportamentos e de posturas históricas não são fáceis e exigem esforço coletivo para serem alcançadas. Com mulheres empoderadas, veremos surgir uma Nação mais forte, mais rica, mais ética, mais justa, mais igual”, destacou.

DESIGUALDADES – De acordo com a presidente da SBP, a questão da desigualdade de renda, a violência e a discriminação de gênero ainda são alguns dos principais entraves sociais e culturais na sociedade mundial e brasileira. Segundo um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU), dos 774 milhões de adultos analfabetos no mundo, 64% são mulheres.

“É só discutindo e nos envolvendo amplamente que poderemos mudar. No Brasil, os salários dos homens são 25% mais alto do que os das mulheres que ocupam as mesmas posições. Isso ocorre em todos os setores. Quero convocar a mulher pediatra para que possa se valorizar e a pensar em suas próprias escolhas. Só quando tratarmos como iguais é que as diferenças diminuirão”, diz ela.

HOMENAGEM – A presidente da SBP destaca que a ideia de lançar uma campanha voltada para a valorização das mulheres surge também como uma homenagem à pediatra dra. Milena Gottardi, de Vitória (ES), assassinada em 2017. A pediatra foi baleada numa área utilizada como estacionamento do Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes (Hucam), também conhecido como Hospital das Clínicas.

Após a saída do plantão, ela e uma amiga caminhavam em direção ao carro quando foram rendidas. Apesar de terem atendido às exigências, o criminoso disparou três vezes contra a médica, que foi atingida no rosto e ficou internada por mais de 24 horas em estado grave. O bandido fugiu sem levar nada. O caso segue sob investigação da Polícia.


Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 / 8618 / 8901 / 8675 • Fax: 3081-6892 

SBP-RS • R. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520 

Memorial • Rua Cosme Velho, 381 - Cosme Velho (RJ) - CEP: 22241-125 • 21 2245-3110