Associe-se

O fim do xixi na cama

Publicado em 30 de maio de 2017 – por Andressa Basílio  

É na calada da noite, sem tempo de reagir, que as águas rolam no colchão. Mas o que começa sorrateiro desata uma autêntica maratona depois que o xixi foi derramado: tem que trocar o lençol, secar a cama, mudar o pijama… Essa é a rotina estressante de quem convive com a enurese — estima-se que entre 15 e 20% das crianças de até 12 anos enfrentem o problema, a maioria meninos. O diagnóstico só é feito após os 5 anos, idade em que o sistema nervoso já amadureceu o suficiente para controlar a micção. Quando isso não acontece e os escapes à noite são frequentes, é melhor pedir ajuda ao médico.

Existem dois tipos de perda involuntária de urina durante o sono. A mais comum, a enurese primária, é flagrada quando a criança nunca conseguiu segurar o xixi na cama. “Sua origem é multifatorial e passa por alterações na secreção do hormônio antidiurético à noite, contrações involuntárias na bexiga e até distúrbios do sono”, lista a médica Lucila Bizari do Prado, presidente do Departamento Científico de Medicina do Sono da Sociedade Brasileira de Pediatria.

Leia mais

Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 • Fax: 21 2547-3567 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 / 8618 / 8901 / 8675 • Fax: 3081-6892 

SBP-RS • R. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520 

Memorial • Rua Cosme Velho, 381 - Cosme Velho (RJ) - CEP: 22241-125 • 21 2245-3110