Associe-se

Pioneiro da pediatria em Brasília recebe medalha “Grandes Médicos”

Antônio Márcio Junqueira Lisboa - ACADEMIA BRAS. PED FOTO O

O pediatra Antônio Márcio Junqueira Lisboa receberá neste sábado, 22, na capital federal, a medalha “Grandes Médicos de Brasília”, uma iniciativa da Academia de Medicina de Brasília com o apoio e a participação da Associação Médica de Brasília, Conselhos Federal e Regional de Medicina e Sindicato dos Médicos de Brasília. A outorga da condecoração reflete o conhecimento das renomadas instituições de medicina da capital federal pelo trabalho e dedicação do homenageado à medicina e à saúde no Distrito Federal. “Estou feliz por receber essa homenagem de três das mais importantes associações médicas de Brasília compostas pelos mais respeitados profissionais da nossa cidade. Sem dúvida, é uma grande honra”, agradece o dr. Antônio Márcio.

Recentemente, também foi um dos oito professores homenageados na abertura do 54º Congresso Brasileiro de Educação Médica (COBEM), realizado pela Associação Brasileira de Educação Médica (ABEM). “Fiquei muito feliz em ver que as minhas atividades relacionadas ao ensino da Medicina foram reconhecidas. Talvez uma das razões seja o meu último livro “O ensino holístico da Medicina”, publicado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM)”, comemora.

Com 66 anos de experiência, dos quais 60 são dedicados à pediatria, o amor às crianças e a influência familiar fez o Dr. Lisboa, como gosta de ser chamado, ainda na juventude, escolher a profissão em que atua. Nascido em 06 de janeiro de 1972, na cidade mineira de Leopoldina, na Zona da Mata do estado, teve seu pai, Irineu Lisboa, seu avô, Antônio Maximiano Xavier Lisboa, e seu tio paterno, Gaspar Lisboa, como inspiração e referência pela atuação como grandes médicos em Minas Gerais. Ainda jovem acompanhava seu pai em algumas campanhas de educação sanitária e frequentava o Serviço de Radiologia, onde ele trabalhava. “Eu não queria ser médico quando criança, mas a convivência e o exemplo deles me influenciaram decisivamente na escolha da minha carreira”, conta.

Tanta dedicação renderam ao renomado pediatra muitos títulos, honrarias e um extenso currículo, sempre dedicando o seu tempo ao precioso trabalho de cuidar das crianças e adolescentes do Brasil. Aos jovens que hoje desejam se tornar grandes pediatras, Marcio Lisboa ensina o caminho. “Em primeiríssimo lugar, gostar de crianças. Em segundo, ter vocação, gostar do que faz e amar a pediatria. E em terceiro, não menos importante, ter uma família que o apoie”, enumera.

EXPERIÊNCIA – Na segunda metade da década de 1940, dr. Lisboa cursou a Faculdade Nacional de Medicina da então Universidade do Brasil, no Rio de Janeiro. Foi estagiário da Clínica Médica e na Clínica Obstétrica da Maternidade Escola, foi interno da Clínica Pediátrica da Policlínica Geral do Rio de Janeiro e no Hospital Carlos Chagas. Concluiu a graduação em 1950. “Fui escolhido por 189 colegas para presidir a festa de formatura. Foi linda!”, relembra. Um ano depois, foi aprovado no Concurso para Clínica Médica do Ministério da Aeronáutica. Trabalhou no Hospital da Aeronáutica, no Campo dos Afonsos, e depois no Hospital Central da Aeronáutica, no Rio de Janeiro. Na mesma época, abriu seu consultório particular na Clínica Sorocaba, em Botafogo.

Em 1954, estagiou por um ano no Serviço de Pediatria do Walter Reed Army Hospital, em Washington, nos EUA. De volta ao Brasil, foi aprovado no concurso do Serviço de Pediatria do Hospital dos Servidores do Estado (HSE) e lotado na Maternidade e Policlínica Alexander Fleming, em Marechal Hermes – pioneira na integração obstétrico pediátrica e no atendimento aos recém-nascidos, na sala de partos – sendo um dos mentores dessa prática pediátrica neonatal.

Em 1957, foi eleito chefe do Serviço de Pediatria e depois vice-diretor da maternidade. Em 1961, foi transferido para o HSE. Assumiu o Berçário do HSE e organizou a primeira Residência Médica em Neonatologia (R3) do País.

Em 1967, foi convidado para organizar a Assistência, o Ensino e a Pesquisa em Pediatria, na recém-criada Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Brasília. Na mesma época, nomeado professor titular de Pediatria da Faculdade de Ciências da Saúde (FCS) da Universidade de Brasília (UNB). Trabalhou na Unidade Integrada de Saúde de Sobradinho desta universidade até 1975, chegando a atuar como diretor e a desenvolver várias atividades de ensino e assistência nos departamentos de Medicina Individual, Medicina Integral, Medicina Geral e Comunitária, no Internato e na Residência de Pediatria.  Em 1968 criou as disciplinas de Neonatologia e de Crescimento e Desenvolvimento.

FORTE ATUAÇÃO – Dr. Lisboa possui extensa produção bibliográfica em temas relacionados a questões técnicas da Pediatria e sobre formação profissional, tendo publicado 16 livros, 74 artigos científicos, 362 artigos na imprensa leiga e apresentado 378 trabalhos em reuniões médicas. Ministrou diversos cursos de extensão, desenvolveu diferentes projetos de pesquisa e atuou como professor visitante em universidades brasileiras e estrangeiras.

Na Sociedade Brasileira de Pediatria criou o Comitê de Defesa dos Direitos da Criança e da Adolescência, a Comissão de Manuais de Atualização (12 publicados). Idealizou os Departamentos e a Academia Brasileira de Pediatria, concretizados posteriormente. Representou-a na Comissão Nacional de Residência Médica e Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Sua vida associativa é tão ampla quanto sua atividade profissional.  Foi membro do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro, da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro e do Conselho Regional de Medicina do Estado da Guanabara. Em Brasília, fundou o Centro de Estudos Perinatais do Planalto Central, a Sociedade de Pediatria de Brasília, a Academia de Medicina de Brasília. É membro da Associação Médica de Brasília, do Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal, do Sindicato dos Médicos do Distrito Federal, da Academia de Medicina de Brasília, da Academia Nacional de Medicina, da Associação Brasileira de Educação Médica e da Associação Médica Brasileira. Fora do Brasil, integrou a Sociedade Latino-americana de Perinatologia, a American Academy of Pediatrics, o Comitê de Promoción de Programas de Residencias en Pediatra da Academia Americana de Pediatria. Fez conferências em vários países da América do Sul, Central e Norte, Europa e Ásia (China).

É membro da Sociedade Brasileira de Pediatria, desde 1953. Participou de diferentes comitês, comissões específicas e do Conselho Acadêmico da entidade, até ocupar a Presidência da Sociedade entre 1988/1989. De 1954 a 2000 participou de todas as jornadas e congressos brasileiros de pediatria, onde apresentou mais de 200 trabalhos. Foi membro do Jornal de Pediatria, dos Comitês de Neonatologia, Cuidados Primários, Residência Médica, Ensino, Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, Aleitamento Materno.

HOMENAGENS – Membro Honorário das: Academia Nacional de Medicina, Associación Costarricense de Pediatria, Sociedad Peruana de Pediatria, Ramo Argentino da Academia Americana de Pediatria. Membro correspondente da Sociedad Ecuatoriana de Pediatria.  Acadêmico Titular Emérito da Academia de Medicina de Brasília. Por relevantes serviços prestados recebeu: Medalha de Prata, Assembléia Legislativa de Minas Gerais; Placa de Ouro, Fundação do Serviço Social; Placa de Prata, Programa de Aleitamento Materno do Estado do Paraná; Placa de Ouro, XI Congresso Brasileiro de Perinatologia; Medalha de Ouro.  “Mérito Henrique Bandeira de Mello”, Secretaria de Saúde do Distrito Federal; Salva de Prata, Sociedade de Pediatria de Brasília; Medalha da Ordem de Rio Branco, no grau de Oficial, Ministério das Relações Exteriores; Medalha de Prata, Hospital das Forças Armadas; Homenagem Especial nos: 8º Simpósio sobre Saúde e Medicamentos, Academia Nacional de Medicina; 4º Congresso Brasileiro de Cuidados Primários para a Infância; XIX Congresso Brasileiro de Perinatologia. Medalha de Prata, Sociedade Brasileira de Pediatria, por relevantes serviços prestados ao Ensino da Pediatria; Medalha de Prata, 1º Congresso de Pediatria Brasília. Diploma de Honra ao Mérito, Rotary Clube de Taguatinga; Homenageado de Honra, Jornada Comemorativa dos 25 anos do Ensino da Pediatria, Florianópolis; Diploma de Mérito, serviços prestados ao ensino e desenvolvimento da Pediatria; Medalha de Bronze, XIX Congresso Internacional de Pediatria, Paris, França, 1989.  Placa de Prata, Academia Nacional de Medicina, Simpósio sobre a Saúde do Adolescente; Placa de ouro e prata, Sociedade de Leopoldina; Placa de Ouro e Prata, Sociedade Mineira de Pediatria; Cidadão Honorário de Brasília, Câmara Legislativa do Distrito Federal; Medalha e Diploma do Mérito Cívico, Liga de Defesa Nacional, Brasília; Diploma de Honra ao Mérito, Ministério da Saúde; Diploma de Honra ao Mérito Sociedade Brasileira de Pediatria; Placa de Prata, Administração Regional do Lago Sul, Brasília.  Homenageado pelos: Hospital Anchieta, “Destaque Médico do Ano 2000”; Diploma do Mérito Ético Profissional, Sindicato dos Médicos do Distrito Federal; Clínica Materno-Infantil; Hospital Brasília; Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde, Academia de Medicina de Brasília, colocação de seu retrato na galeria de ex-presidentes e fundador da entidade. Placa de Prata, Sindicato dos Médicos do Distrito Federal; Diploma de Honra ao Mérito Nacional, Federação Brasileira de Academias de Medicina.


Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 • Fax: 21 2547-3567 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 / 8618 / 8901 / 8675 • Fax: 3081-6892 

SBP-RS • R. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520 

Memorial • Rua Cosme Velho, 381 - Cosme Velho (RJ) - CEP: 22241-125 • 21 2245-3110