Associe-se

SBP e Unicef discutem ações conjuntas para promover a saúde de crianças e adolescentes no Brasil


A mobilização para a vacinação; a prevenção da gravidez na adolescência; o enfrentamento da prematuridade e mortalidade infantil; a defesa da criança migrante; e a promoção da Certificação Nacional de Unidades Amigas da Primeira Infância. Estes foram alguns dos temas discutidos entre a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) no último dia 25 de janeiro, em Salvador (BA).

No encontro entre a diretoria-executiva da SBP, dra. Maria Tereza Fonseca da Costa, e a especialista em saúde do Unicef – Região Nordeste, dra. Francisca Maria Andrade, foi desenvolvido um plano de ações conjuntas para 2019. Um dos destaques desse planejamento é o fortalecimento da promoção e divulgação da Campanha de Vacinação, a fim de contribuir para ampliar o quadro atual de cobertura vacinal no País.

Para a dra. Maria Tereza, a parceria, retomada no ano passado entre a SBP e o Unicef, tonifica o trabalho em prol das crianças e adolescentes no Brasil. “Essa reaproximação entre as duas organizações – que têm larga experiência e uma história importante na promoção e defesa dos direitos da saúde infantojuvenil – fortalece e amplia as oportunidades de resultado”, destacou.

“São instituições com formatação diferentes, mas com uma agenda em comum, com elementos voltados para a saúde da população pediátrica. Nesse momento, essa parceria vem propiciar a realização de uma proposta integrada, permitindo, assim, com o apoio também de nossas filiadas, ações em diferentes eixos voltados à promoção da saúde de crianças e adolescentes, ampliando os resultados e fortalecendo a pediatria”, comemora.

CERTIFICAÇÃO – Entre as ações discutidas, ela também destacou o projeto apoiado pelo Unicef “Unidades Amigas da Primeira Infância”, que certificará programas e ações que visam o desenvolvimento saudável dos pequenos. “O Unicef já está apoiando uma iniciativa nesse sentido na Região Nordeste e a intenção é que, a partir desse trabalho conjunto com a SBP, seja possível ampliar para todo o território nacional, com o envolvimento pleno das nossas filiadas”, explica a dra. Maria Tereza.

A diretora-financeira da SBP frisa ainda que outros temas importantes foram discutidos. “São ações que resumem objetivos comuns das duas instituições, como a questão da gravidez na adolescência; discussões sobre a incidência da prematuridade no Brasil e como as ações de saúde podem melhorar essa situação e a sua relação com a mortalidade infantil; a questão da criança migrante, especialmente com os eventos mais recentes no Norte do Brasil; entre outras”, acentua.

De acordo com a dra. Maria Tereza, outra questão mais específica discutida na reunião é a possibilidade da SBP, juntamente com o Unicef, encaminhar ao Ministério da Saúde algumas proposições relacionadas com a situação da saúde da criança através do pediatra. Uma delas é a organização de uma oficina ou workshop onde serão convidados representantes de diferentes áreas (técnicas e políticas) do Ministério e de instituições de ensino, com representação importante dos Departamentos Científicos da SBP.

“A ideia é promover um encontro voltado para a saúde da criança e do adolescente na atenção primária. Como melhorar isso no Sistema Único de Saúde (SUS)? A intenção é que seja uma promoção da SBP, com uma agenda ainda a ser definida. Nosso intuito é poder, nessa oficina, consolidar proposições a serem apresentadas no âmbito da gestão do SUS voltados para a saúde da população pediátrica”, finaliza.


Eventos
Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 / 8618 / 8901 / 8675 • Fax: 3081-6892 

SBP-RS • R. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520 

Memorial • Rua Cosme Velho, 381 - Cosme Velho (RJ) - CEP: 22241-125 • 21 2245-3110