Associe-se

Slime, a geleca caseira que pode trazer prejuízos para a saúde das crianças

Publicado em 23 de julho de 2018 – por Fernanda Geppert

Quem tem criança em casa já deve ter ouvido falar da nova sensação da internet, o slime, ou, na tradução literal, a geleca caseira, também conhecida como amoeba.

A brincadeira ficou tão popular que vídeos novos de receitas coloridas da massa grudenta estão, há semanas, entre os mais acessados no Youtube. Entretanto, por trás da promessa de diversão do estica e puxa se esconde um perigo para os pequenos. A composição da receita costuma levar cola, ácido bórico (ou água boricada), espuma de barbear e até sabão em pó.

Para o pediatra Carlos Augusto Mello da Silva, presidente do Departamento de Toxicologia da Sociedade Brasileira de Pediatria, o brinquedo não é seguro. “Em nenhuma hipótese crianças devem mexer com água boricada”, destaca. A substância, de alta toxicidade, tem que passar longe da mesa de brincadeiras, se manter lacrada e distante do alcance das crianças.

Leia mais


Eventos
Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 / 8618 / 8901 / 8675 • Fax: 3081-6892 

SBP-RS • R. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520 

Memorial • Rua Cosme Velho, 381 - Cosme Velho (RJ) - CEP: 22241-125 • 21 2245-3110