Associe-se

Vacina contra febre amarela é segura, mas ainda precisa mudar, dizem especialistas

Publicado em 3 de fevereiro de 2018 – por Herton Escobar

A ressurgência da febre amarela no Brasil trouxe à tona a necessidade de desenvolver uma nova vacina contra a doença, com menos risco de efeitos adversos. A vacina atual, usada desde a década de 1930, é comprovadamente segura, mas há casos raros de pessoas doentes – que chegam a morrer após a injeção.

(...) De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria, a vacina é, de maneira geral, bem tolerada e a partir do terceiro ou quarto dia da imunização, observa-se em aproximadamente 2% a 5% dos vacinados sinais de febre, dor de cabeça e dores musculares.

(...) Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, raramente foram associados à vacina efeitos adversos graves como reações anafiláticas, doença viscerotrópica e doença neurológica. No Brasil, entre 2007 e 2012, foram relatados aproximadamente um evento adverso grave em cada 250 mil doses administradas. Nos Estados Unidos, entre 2000 e 2006, foi identificada uma taxa de 4,7 eventos adversos graves para cada 100 mil doses de vacina distribuídas".

Leia mais

Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 / 8618 / 8901 / 8675 • Fax: 3081-6892 

SBP-RS • R. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520 

Memorial • Rua Cosme Velho, 381 - Cosme Velho (RJ) - CEP: 22241-125 • 21 2245-3110