carregando...
Academia Brasileira da Pediatria

José Carneiro Leão (1929-1980)

José Carneiro LeãoJosé Carneiro Leão nasceu no dia 7 de março de 1929 em Garanhuns, interior do estado de Pernambuco. Seu pai era médico. Esta referência foi determinante em sua opção pela medicina. Carneiro Leão concluiu o curso em 1952, obtendo o título pela Faculdade de Medicina da Universidade do Recife.

Assim que se formou, e ao longo de sua vida, dedicou boa parte de seu tempo ao estudo e à pesquisa. Recém graduado, foi convidado para ser assistente da cátedra de Biofísica da Faculdade de Medicina da Universidade do Recife. Em 1958, conseguiu uma bolsa e foi fazer residência médica na “Rockfeller Foundation” em New Orleans, Louisiana e Memphis, Tenessee.

Quando voltou, dois anos depois, tornou-se professor adjunto de Clínica Pediátrica Médica e Higiene Infantil da Universidade do Recife. Em 1964, foi convidado pelo doutor Lytt Gardner para ser professor visitante na Universidade de Syracuse, em Nova York. Na oportunidade, seu interesse científico voltou-se, cada vez mais, para a endocrinologia infantil e a genética. Sobre estes temas, publicou diversos artigos, com a equipe coordenada pelo Professor Gardner, nas mais importantes revistas de medicina do mundo, como a Lancet, a Nature, a Pediatrics e o Jornal da Associação Médica Americana – “The Journal of the American Medical Association” (Jama).

Apesar de ter recebido o convite para permanecer nos Estados Unidos estudando e desenvolvendo suas pesquisas, Carneiro Leão resolveu voltar ao Brasil em 1964. Na ocasião, incorporou-se à equipe liderada por Fernando Figueira que idealizou e fundou o “Instituto Materno Infantil de Pernambuco” (IMIP). Desta equipe participaram Maria Helena de Moura Leite e outros importantes pediatras de Pernambuco. Entre 1964 e 1976 manteve seu consultório particular nas dependências do IMIP. Aos poucos, preocupava-se com a pós-graduação.

Em 1970 o Reitor Severino Vaz, da Universidade de Campinas (UNICAMP), convidou Fernando Figueira para organizar o Departamento de Pediatria daquela universidade. Como o Dr. Figueira não pôde atender este convite, sugeriu o nome de Carneiro Leão. Dois anos depois, voltou a Recife. Em 1974 foi convidado pelo Reitor Marcionilo Lins, da Universidade Federal de Pernambuco, para ser Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação.

Foi membro ativo da “Sociedade Latino Americana de Investigação Pediátrica”, da “Academia Americana de Pediatria” e da Sociedade Pernambucana e Brasileira de Pediatria.

Em 1978 integrava os comitês do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (CNPq), ministrou suas aulas na Universidade Federal de Pernambuco e mudou seu consultório para Boa Viagem, onde crescia muito sua clientela. Um mundo de oportunidades se abria para aquele médico pesquisador de fama internacional.

Um enfarte, em casa, interrompeu bruscamente esta trajetória. Carneiro Leão acabara de completar 52 anos. Ele faleceu no dia 24 de setembro de 1980.

José Carneiro Leão foi homenageado pela Sociedade de Pediatria de Pernambuco sendo indicado como patrono da Cadeira 25 da Academia Brasileira de Pediatria.