carregando...

Moncorvo Filho (1933): referência nacional na proteção da criança

Carlos Arthur Moncorvo de Figueiredo Filho nasceu em 1871, no Rio de Janeiro, e se formou em 1897 pela Faculdade Nacional de Medicina, seguindo os passos de seu pai, Dr. Carlos Arthur Moncorvo de Figueiredo.

Defensor da assistência médico-social à criança brasileira pobre, criou, em 1899, o Instituto de Proteção e Assistência à Infância do Rio de Janeiro, instituição filantrópica e grande obra de Moncorvo Filho. Vinte anos depois, 17 institutos similares estavam instalados em outros estados brasileiros.

Em 1914, o então presidente da República, Marechal Hermes da Fonseca, doou um terreno onde foi construída a sede própria do Instituto. Localizado na antiga Rua do Areal, hoje Rua Moncorvo Filho, o instituto se transformou no atual Hospital Moncorvo Filho.

Em 1919, o médico foi eleito Membro Honorário da Academia Nacional de Medicina e, em 1921, tornou-se sócio remido da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro.

Até 1926, havia publicado mais de 300 trabalhos sobre variados temas relacionados à criança, além de 3 importantes livros, que são referências na história da Pediatria brasileira: Hygiene Infantil (1917),Formulário de Doenças das Creanças (1923) e Histórico da Protecção à Infância no Brasil (1926).

Reconhecido pela sociedade e por pediatras como o precursor das políticas de proteção à infância no Brasil, recebeu da SBP a cadeira número 2 de seu Conselho Acadêmico.