carregando...

Cama compartilhada, pode?

Saiu na imprensa 10/03/2017

cha-bebe

Publicado em 2017. 

Compartilhar ou não compartilhar, eis a questão! Como em tudo na maternidade, quando o assunto é dividir a cama com os filhos, não há regra fixa, certo ou errado. Existe o que funciona para cada família, sempre levando em conta a segurança da criança. 

A recomendação da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) é que o bebê durma durante a noite no quarto dos pais até a idade de 6 meses, em berço próprio. Depois, em berço no quarto do bebê. “A literatura científica demonstra que a cama compartilhada aumenta o risco de Síndrome de Morte Súbita do Lactente (SMSL). No ambiente da cama compartilhada, os bebês são expostos a sufocamento pelos travesseiros e lençóis dos pais ou mesmo pelo contato com o corpo deles em sono profundo”, explica a neuropediatra Liubiana Arantes, presidente do Departamento Científico de Desenvolvimento e Comportamento da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). 

Leia mais