carregando...

Redes pública e privada fecharam 46 leitos pediátricos em sete anos

Saiu na imprensa 28/04/2017

o-liberal

Publicado em 22 de abril de 2017 – por Marina Zanaki 

(…) O município segue uma tendência observada em todo o país pela SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria). Entre 2010 e 2016, o SUS (Sistema Único de Saúde) perdeu 10 mil leitos pediátricos. O órgão diz que a redução está relacionada a um movimento de humanização do tratamento infantil através da desospitalização e, também, à crise econômica. 

(…) A diminuição no número de vagas está relacionada à pouca rentabilidade dos leitos infantis, já que não demandando tratamentos caros, na maioria das vezes, segundo avaliação feita pelo 1º vice-presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria, Clóvis Constantino. Além disso, segundo ele, a redução dos leitos ocorreu em função de uma tendência de evitar ao máximo internar crianças, priorizando os tratamentos em casa para possibilitar mais conforto aos pacientes. Constantino criticou a diminuição drástica de leitos por parte do SUS sem a devida consulta à entidade. 

Leia mais