carregando...

14º Alergoped dará destaque ao uso de novos recursos para prevenir e tratar doenças imunológicas

SBP em Ação 09/03/2017

alergia-r2

O 14º Congresso Brasileiro de Alergia e Imunologia Pediátrica (Alergoped) dará destaque, em sua programação, ao uso de novos recursos preventivos e terapêuticos para as doenças imunológicas e alérgicas.  Também estão previstas exposições sobre questões relevantes, como asma no pré-escolar, rinite, alergia alimentar, alergia a medicamentos, lactente sibilante, imunodeficiência primária, triagem neonatal para imunodeficiências primárias, entre outras doenças que afetam a saúde de recém-nascidos, crianças e adolescentes.

CLIQUE AQUI E CONFIRA A PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA COMPLETA.

Realizado pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), em parceria com a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI) e a Sociedade Matogrossense de Pediatria (SOMAPE), o 14º Alergoped acontecerá entre os dias 17 e 20 de maio, em Cuiabá (MT). O foco principal é a atualização dos profissionais na área. De acordo com a presidente da SBP, dra. Luciana Rodrigues Silva, “esse Congresso consolida uma nova era de aproximação entre as entidades, como comprova a parceria da SBP com a ASBAI para ampliar as ações e compartilhar os conhecimentos recentes cada vez mais numerosos nas áreas de alergia e imunologia”, enfatiza.

ASBAI E SBP - Para o presidente do Departamento Científico de Alergia da SBP, dr. Emanuel Sarinho, esse momento de integração entre as sociedades irmãs é único e a “atual gestão da SBP tem a compreensão de que a ASBAI é a única sociedade que permite o pediatra ser especialista nessa área de alergia”. Inclusive, ele destacou que alguns membros do DC de Alergia da SBP são simultaneamente membros do DC de Alergia da ASBAI, o que está permitindo a elaboração de documentos científicos em conjunto entre as duas sociedades.

Segundo o dr. Sarinho, a realização do Alergoped é de extrema importância, uma vez que as doenças alérgicas são altamente prevalentes, e podem corresponder a mais de um terço dos atendimentos em ambulatórios e consultórios. Além disso, são problemas que podem ter um curso crônico prejudicando as potencialidades do indivíduo. “Nos casos mais graves, como a anafilaxia e algumas imunodeficiências severas, as crianças podem apresentar risco de morte”, explica.

O presidente da SOMAPE e do 14º Alergoped, dr. Rubem Couto, ressalta que “durante os quatro dias de congresso, os participantes caminharão pelos caminhos do conhecimento e poderão construir um novo saber em alergia e imunologia”. Esse entendimento é compartilhado pela dra. Olga Takano, diretora do Departamento Cientifico de Alergia e Imunologia da SOMAPE, para que o evento é muito importante para o estado do Mato Grosso e uma oportunidade ímpar para os profissionais da região se atualizarem sem se deslocar para os grandes centros.

CLIQUE AQUI E FAÇA A SUA INSCRIÇÃO NO EVENTO.