carregando...

Buscar a valorização do pediatra é um compromisso da SBP, afirma presidente da Sociedade no Congresso de Perinatologia

SBP em Ação 16/09/2016
perinato2016_abertura1
Mesa de abertura do evento

 

O pediatra brasileiro deve ser valorizado e, para isso, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) já prepara uma agenda com reinvindicações para levar aos gestores públicos, em especial os dos Ministérios da Saúde e da Educação. O objetivo é fazer com que a percepção dos profissionais – sobre os problemas existentes na assistência e as soluções para melhorar as condições de trabalho – seja discutida e levada em consideração na elaboração de políticas públicas que afetem a área.

Esse foi o recado que a presidente da SBP, dra Luciana Rodrigues Silva, mandou para os participantes do 23° Congresso Brasileiro de Perinatologia, que começou na noite do dia 14 de setembro, em Gramado (RS). Impossibilitada de comparecer por conta de compromissos profissionais e institucionais, ela fez questão de gravar um vídeo para ser exibido aos 2.400 inscritos. Após parabenizar os organizadores do evento, lamentou sua ausência, mas elogiou o potencial da pediatria brasileira, representado pelos vários trabalhos inscritos.

A presidente destacou, ainda, que a atual gestão da SBP mantem seus compromissos de buscar a valorização do pediatra, estimular o conhecimento, ter uma gestão transparente e atuar fortemente no campo das políticas públicas. “Com essas palavras, quero, aqui, novamente abraçá-los e deixar um desejo de um Congresso de muito sucesso, nesta bela cidade, que é Gramado”, disse em sua mensagem.

Representando a SBP, se fez presente a diretora de Cursos e Eventos da entidade. dra. Lílian Sadeck, que destacou a importância dos pediatras no atendimento aos recém-nascidos. “Estamos dando um bom começo para estas crianças, oferecendo uma qualidade de vida muito melhor. A perinatologia tem avançado muito e congressos como este possibilitam a atualização e compartilhamento dos profissionais”, afirma Lilian.

Na abertura, também destacou-se que o 23° Congresso Brasileiro de Perinatologia, também será um momento de divulgar a Campanha #eupediatra – Cuidando do futuro do Brasil junto aos participantes. Mais de duas mil camisetas da iniciativa serão distribuídas entre os presentes, como forma de ganhar adesão e engajamento.

Para o presidente do Congresso, Renato Procianoy, o evento ocorre em um momento onde há um debate em nível de políticas públicas sobre os cuidados primários de recém-nascidos e o avanço tecnológico para tratamentos. Segundo  ele, para alcançar melhores resultados é necessário controlar a qualidade da atenção dedicada ao bebê. “O programa científico tem uma grande qualidade e a expectativa é que os profissionais estejam em contato com as principais novidades da neonatologia, o que vai agregar na sua prática diária. A partir do momento que se melhora a prática, se melhora a assistência aos recém-nascidos, o que deve refletir positivamente nos índices de naturalidade”, destaca o dr. Procianoy.

Dra. Cristina Targa Ferreira, presidente da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul, destacou o trabalho da filiada para a realização do evento. “Acredito que este Congresso vai ajudar muito a especialidade neonatal, melhorando as taxas de mortalidade infantil. O fato de a SBP ter nos escolhido como sede é muito importante para nós e todos os pediatras gaúchos. O Rio Grande do Sul está orgulhoso de receber todos os neonatologistas do Brasil”, comenta Cristina.

VENCEDORES – Na solenidade de abertura, os congressistas conheceram os três trabalhos vencedores do Prêmio Nicola Abramo. Dois trabalhos do Hospital Israelita Albert Einstein, um em parceria com o Instituto de Medicina Integrada de Pernambuco; e uma produção de profissionais do Hospital de Clínicas de São Paulo foram os agraciados. Ainda na ocasião, o dr. José Dias Rego, da Academia Brasileira de Pediatria (ABP), foi homenageado pela sua atuação, contribuindo na formação de inúmeros neonatologistas brasileiros.

Durante o Congresso, oito palestrantes internacionais e cerca de 80 profissionais brasileiros, incluindo médicos associados da SPRS, devem se apresentar. Na quinta e sexta-feira (15 e 16/09) e no sábado (17/09), segue a programação científica, com palestras, apresentações de trabalhos, mesas redondas, colóquios e conferências. Os congressistas também poderão conferir a feira, onde estarão localizados os estandes da SBP, entre outros. A visitação acontece das 8h às 18h. Mais informações pelo site http://www.perinato2016.com.br/.  (Com informações da assessoria do Congresso)