carregando...

Médicos do Brasil e exterior devem participar das atividades do 14º Alergoped, em maio

SBP em Ação 29/03/2017

alergo2017-capa

Profissionais que atuam no atendimento de problemas alérgicos e/ou imunológicos no Brasil e também médicos de países vizinhos que fazem parte da rede LASID (Latin American Society for Imunodeficiencies) devem marcar presença no 14º Congresso Brasileiro de Alergia e Imunologia Pediátrica (Alergoped). Preocupados em garantir um evento de alta qualidade, o grupo organizador trabalha na formatação de um temário cuidadosamente elaborado e abrangente de forma a valorizar aspectos do potencial de plenitude da criança e do adolescente em crescimento e desenvolvimento de forma integral, mas com enfoque especial à plena maturação imune.

CLIQUE AQUI E FAÇA A SUA INSCRIÇÃO NO EVENTO.

Realizado pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), em parceria com a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI) e a Sociedade Matogrossense de Pediatria (SOMAPE), o 14º Alergoped acontecerá entre os dias 17 e 20 de maio, em Cuiabá (MT). O foco principal é a atualização dos profissionais na área. “Na programação, o participante poderá acompanhar debates sobre diferentes aspectos da prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças alérgicas e imunológicas comuns à prática pediátrica diária, com a oportunidade de discussão de casos clínicos”, explica o presidente do Departamento Científico de Alergia da SBP, dr. Emanuel Sarinho.

OUTROS ESPECIALISTAS - De acordo com o presidente da Sociedade Matogrossense de Pediatria (SOMAPE) e do Alergoped, dr Rubem Couto, não apenas pediatras e hebiatras devem participar da atividade, A expectativa é que ele atraia o interesse de médicos de outras especialidades, como Medicina de Família e Comunidade, que atuam na atenção básica e também atendem a população com esses problemas, além de outras áreas. Além disso, são aguardados residentes e estudantes de medicina do Mato Grosso e de regiões vizinhas.

Logo no primeiro dia, serão realizados três cursos pré-congressos: O pediatra e a abordagem prática da asma; Avaliação da competência imunológica e Dermatite atópica na criança e no adolescente. “Além das conferências, ocorrerá a discussão de casos clínicos difíceis e apresentação de trabalhos científicos nas sessões de temas livres e pôsteres”, destaca a dra. Olga Takano, diretora do Departamento Cientifico de Alergia e Imunologia da SOMAPE.

Na programação científica haverá ainda a presença de renomados palestrantes do Brasil e do exterior, dentre os quais estão o dr. Luis Garcia Marcos, da Espanha, cuja palestra é sobre nutrição na vida precoce e asma, e o professor Ricardo Sorense, dos Estados Unidos, que irá abordar o uso de imunoglobina subcutânea na imunodeficiência primária.

LEITE DE VACA - Entre os convidados brasileiros estão a dra. Luciana Rodrigues Silva, presidente da SBP, que dará aula sobre alergia ao leite de vaca não mediada por IgE, e o dr. Celso Taques Saldanha, que apresentará um tema considerado importante para os pediatras da região Centro-oeste:  Agronegócio, queimadas, poluição ambiental e exacerbação da asma.

“As queimadas das nossas florestas e cerrados que estão sendo utilizadas para o manejo das atividades agropastoris têm provocado o despejo de inúmeros poluentes para a atmosfera do Brasil Central. Isso está influenciando nos perfis de atendimentos ambulatoriais e hospitalares das nossas crianças asmáticas”, elucida o dr. Celson Saldanha.

Outro tema importante que será discutido está na mesa-redonda “Controvérsias em imunização”, com a dra. Olga Takano e outros dois palestrantes. Segundo ela, será feita exposição que tratará das “vacinas na proteção de doenças infecciosas e que previnem a evolução para o câncer”. Ainda será discutida a importância das vacinas para pessoas que possuem imunodeficiência imunológica (congênita ou secundária), ressaltando algumas contraindicadas para esse tipo de paciente e outras, que dependendo do estágio e grau da imunossupressão, até ajudam a melhorar e proteger os imunossuprimidos.

CLIQUE AQUI E CONFIRA A PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA COMPLETA.