carregando...

Sífilis Congênita é tema no “Aulas Práticas em Vídeo”, no site da revista Residência Pediátrica

SBP em Ação 16/02/2017

Sífilis congênita_revista RP

No site da Revista Residência Pediátrica, publicação da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), o médico terá acesso a uma importante ferramenta que contribuirá com sua capacitação no combate e prevenção à sífilis congênita. Na editoria “Aulas Práticas em Vídeo”, a dra. Márcia Galdino, infectologista pediátrica, faz uma exposição sobre o tema e aborda todos os aspectos da doença, como o diagnóstico, os estágios, o tratamento adequado tanto para as gestantes quanto para os bebês.

“A sífilis na criança reflete a sífilis no adulto, na mulher em idade fértil. Então, demonstra, em um caso de sífilis congênita, o que, em epidemiologia, chamamos de evento sentinela, porque demonstra falhas em vários níveis de atenção à saúde desse indivíduo”, afirma a dra. Márcia Galdino.

A sífilis é conhecida desde o século XV e possui o diagnóstico e tratamento efetivo há décadas. É um grave problema de saúde pública no mundo, principalmente em países em desenvolvimento. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 12 milhões de habitantes são infectados anualmente e outro um milhão de casos são identificados em gestantes.

Na evolução dessas gestações, em 50% dos casos acontece o abortamento ou a morte perinatal; em 25% deles os bebês nascem abaixo do peso ou prematuros; e em 25% das ocorrências os bebês nascem com a Sífilis Congênita.

A SBP, juntamente com o CFM e FEBRASGO, publicaram um alerta aos médicos e à população (vide texto na íntegra). Participou após, juntamente com essas e outras entidades, da assinatura do Programa de combate à sífilis congênita no Brasil, lançado pelo Ministério da Saúde.

 CLIQUE AQUI E ASSISTA ESTA E OUTRAS AULAS.