carregando...

Tratamento das doenças alérgicas no Brasil conta com a ação conjunta da SBP e da Asbai

SBP em Ação 18/10/2016

Dr-Emanuel-sarinho2016

Com os preparativos em andamento para o Congresso Brasileiro de Alergia e Imunologia Pediátrica, que acontecerá de 17 a 20 de maio de 2017, em Cuiabá (MT), a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (Asbai), instituição responsável por promover estudos, discussões e a divulgação de questões relacionadas à alergologia e à imunologia clínica em todo o País, estão cada vez mais próximas e articuladas no desenvolvimento de ações focadas na melhoria do atendimento oferecido a crianças e adolescentes no País. Prova disso é a produção de documentos científicos sobre anafilaxia, já em fase de editoração, e os de prevenção de doenças alérgicas e dermatite atópica, em pleno desenvolvimento. 

Segundo dr. Emanuel Sarinho, presidente do Departamento Científico de Alergia da SBP e eleito, recentemente, segundo vice-presidente da Asbai, instituição responsável, as propostas do DC estão sendo concretizadas pelo núcleo gerencial, que atualmente é composto por oito membros. Um dos principais trabalhos realizados pela SBP e pela Asbai é a luta pela disponibilização imediata da adrenalina autoinjetável. Ambas as entidades visam que o medicamento esteja ao alcance de todos os pacientes com quadro grave de anafilaxia. 

“A visão ampliada da dra. Luciana Silva, à frente da SBP, tem nos permitido um trabalho conjunto na questão da prevenção, diagnóstico e manejo das doenças alérgicas”, ressalta dr. Sarinho. Segundo ele, também se discute o aprimoramento da formação do pediatra com área de atuação em Alergia e Imunologia, valorizando cada vez mais a residência médica como treinamento em serviço credenciado pelo MEC como etapa ideal do pediatra habilitado. 

POSSE ASBAI – Outro nome de destaque da SBP também comporá, juntamente com dr. Sarinho, a próxima gestão da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia, para o biênio 2017-2018. Trata-se do dr Dirceu Solé, coordenador dos Departamentos Científicos da SBP, que tem a expectativa de conhecer com ainda maior precisão a dimensão das doenças alérgicas na população em geral, principalmente a pediátrica. “Espero poder atuar de forma conjunta para obter melhora na atenção primária e especializada para os pacientes com doenças crônicas e agudas, sobretudo as alérgicas, disse.

De acordo com dr. Dirceu Solé, que já foi presidente da Associação entre os anos de 2008 e 2010, a implantação de políticas públicas fará com que os pacientes sejam mais bem tratados e melhor atendidos. Para os novos gestores, é preciso aperfeiçoar e estabelecer discussões sobre diferentes condutas de modo a padronizá-las. “Temos pela frente o desafio de viabilizar as políticas públicas de atenção à criança e adolescente com doenças alérgicas e a oportunidade de valorizar a especialidade de maneira apropriada entre a população médica e não médica”, frisa o dr. Emanuel Sarinho.

Na presidência da Asbai, nesta gestão será da dra. Norma de Paula Rubini, tendo como seu primeiro vice-presidente dr. Flávio Sano. As dras. Fátima Rodrigues Fernandes e Alexandra Sayuri serão, respectivamente, a nova secretária-geral e a secretária adjunta. Como tesoureiro e adjunto estão os drs. Gustavo Wandalsen e Marcelo Aun. Na diretoria de Ética e Defesa Profissional, assume o dr. Luiz Antonio Bernd. Ao todo, a nova diretoria conta com seis pediatras.