carregando...

Espírito Santo tem conquistas na puericultura

Arquivo 17/06/2010
No cerimonial, dra. Ana Maria Ramos, coordenadora de eventos. Na mesa, da esq. para a dir., os drs. Luiz Carlos Reblin, secretário municipal de Saúde; Eduardo Vaz; Valmin Ramos; Francisco José Dias da Silva, subsecretário Estadual de Saúde e Vera Lucia Taquete, do Departamento Científico de Saúde Escolar da SBP.

Dr. Mário Tironi Jr., da Comissão de Honorários Médicos da entidade, informa que “a  puericultura será implantada, com o valor de R$80,00, na Unimed Vitória – o paciente terá direito a um atendimento específico por mês durante os dois primeiros anos de vida. Isto, além das consultas regulares, que podem ser até três ao mês e são remuneradas a R$50,00”, explicou. Na São Bernardo Saúde, foi acertada a puericultura a R$ 100,00, conforme propõe a Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM). Além disto, a operadora passará a pagar R$60,00 a cada consulta regular. “Outras propostas de empresas foram recusadas e destas continuamos descredenciados. Vamos manter as negociações, periodicamente”, enfatizou o dr. Tironi, salientando a importância da mobilização para ampliar a vitória. Desde agosto, reuniões, notificações extrajudiciais às operadoras de saúde, assembléias e descredenciamento estão entre as estratégias utilizadas pelos capixabas, que participam ativamente do movimento nacional desencadeado pela SBP.Melhoria da remuneração dos pediatras, atualização científica de qualidade e participação direta dos adolescentes marcaram os eventos da Sociedade Espiritosssantense de Pediatria (Soespe) finalizados no último sábado, na capital, segundo o presidente da entidade, Valmin Ramos da Silva. “Uma vitória importante”, comentou o dr. Eduardo da Silva Vaz, presidente da SBP, sobre o resultado dos acordos que a assembleia decidiu fechar com dois planos de saúde.

Educação continuada – Cerca de 300 profissionais participaram do XX Congresso Espiritossantense de Pediatria e da IX Jornada de Saúde Escolar, abertos com a presença do dr. Eduardo e também do ex-presidente da SBP e atual diretor de Assuntos Parlamentares, dr. Dioclécio Campos Jr., que fez conferência sobre “O direito criança ao atendimento pediátrico”.  No programa, questões sobre o desenvolvimento motor, cognitivo, emocional, sobre prevenção e tratamentos na área da oftalmologia, otorrinolaringologia, sobre diagnóstico precoce em oncologia, sinais de alerta para urgências, mesa-redonda sobre distúrbios do sono, entre outros assuntos relevantes para a prática da pediatria. Dr. Valmin destacou também a importância dos depoimentos no colóquio destinado ao olhar do próprio adolescente para a atualização do profissional.

Drs. Valmin, Eduardo, Dioclécio, Ana Maria, Luiz Carlos e Vera Lúcia.