carregando...

Estudo do CFM confirma aumento do número de médicos e pediatria como a maior especialidade

Arquivo 22/02/2013

O número de médicos em atividade no Brasil chegou a 388.015 em outubro de 2012, registrando uma razão de dois profissionais por grupo de 1.000 habitantes e confirmando a tendência de crescimento exponencial da categoria, que já perdura 40 anos. A pediatria se mantém como a maior especialidade, com 30.112 profissionais ou 11,23% do total de especialistas. A informação está no volume II da pesquisa “Demografia Médica do Brasil – Cenários e indicadores de distribuição”, que acaba de ser divulgada. O estudo, feito pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), em parceria com o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), e coordenado por Mário Scheffer, reitera também a manutenção da desigualdade na distribuição dos profissionais, dentre outros fatores. A relação especialista/habitante aponta 15,53 pediatras para cada 100 mil pessoas no país.

“Os dados são muito importantes para sepultar mitos. Esperamos que contribuam para reorientar as políticas públicas. Faltam pediatras nos serviços de saúde? Não porque os profissionais não existam, não porque os jovens não escolham a especialidade, mas por falta de uma política adequada de saúde e de recursos humanos na área”, assinala o dr. Eduardo Vaz. Veja a pesquisa na integra no site do CFM ou clicando aqui .