carregando...

João Pessoa conquista TCAP

Arquivo 25/01/2012

Após meses de negociação, a Sociedade Paraibana de Pediatria (SPP) obteve importante conquista junto à Unimed de João Pessoa: o Tratamento Clínico Ambulatorial em Pediatria (TCAP) começou a vigorar no início de janeiro. Em fase de implantação, inicialmente serão remunerados em consultório, de acordo com o modelo elaborado pela SBP, os atendimentos referentes a cinco diagnósticos: Pneumonia, Asma, Infecção do trato urinário, Febre (dependendo da causa a ser esclarecida) e Gastroenterite. “A meta é aumentarmos gradativamente o número de patologias, para que possamos melhorar a assistência em pediatria”, informa a dra. Kátia Laureano, presidente da SPP.

De acordo com o presidente da Associação Médica da Paraíba e diretor geral do Hospital da Unimed de João Pessoa, dr. Fabio Rocha, o objetivo maior é diminuir as internações evitáveis. Segundo o dirigente, para o paciente é bem melhor ser tratado “em casa”, até pela “questão afetiva” e para o sistema de saúde significa “economia”. Essa “é a tendência” e traz “valorização para a pediatria”, disse. A proposta da Sociedade, já em vigor em várias singulares (antes intitulada PPP), se refere a todo o tratamento realizado pelo pediatra em consultório, referente a doenças exigem acompanhamento até a alta do paciente e não precisam de regime de internação hospitalar.

Comece agora e faça valer a conquista!

Dra. Kátia esclarece também que é muito importante que, desde já, o pediatra que atua em consultório “preencha a guia com o nome e o código específico da patologia, segundo a negociação do TCAP. A partir daí, já receberá com o valor diferenciado e fará valer a conquista. O sucesso da implantação do TCAP em João Pessoa certamente será um exemplo para outras singulares”, salienta. A presidente da filiada ressalta também que, em Campina Grande, já houve a implantação da Puericultura com valor diferenciado e que esse é o próximo passo na capital. “A negociação já está em andamento com a direção da cooperativa”, adianta o dr. Fabio. Dr. Eduardo Vaz reforça que “essa luta vem se longa data na Paraíba. Apenas o Mário Lavorato (diretor da SBP) já esteve participando de reuniões em João Pessoa umas duas ou três vezes. O que é preciso é que sejamos persistentes. É essencial que o pediatra participe e não desista dos seus direitos”, conclama.

Clique aqui e veja o Protocolo de Implantação do TCAP enviado pela SBP para as filiadas e disponível no portal

Leia matéria anterior do SBP Notícias