carregando...

Mais direitos e menos violência contra as crianças!

Arquivo 16/05/2008

A data lembra a menina Araceli Cabrera Sanches que, aos oito anos, foi seqüestrada em 18 de maio de 1973, drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. “O silêncio acabaria por decretar a impunidade dos criminosos. Mas sua morte, ainda causa indignação”, assinala a dra. Alda, informando que “o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi instituído em 1998, quando cerca de 80 entidades públicas e privadas, reuniram-se na Bahia, em evento organizado pelo CEDECA/BA, representante oficial de instituição internacional que luta pelo fim da exploração sexual e comercial de crianças, pornografia e tráfico para fins sexuais, surgida na Tailândia”.

Dra. Alda acrescenta que a data foi instituída oficialmente pela Lei 9.970, de autoria da deputada Rita Camata (PMDB/ES) – então presidente da Frente Parlamentar pela Criança e Adolescente do Congresso Nacional –, sancionada em maio de 2000. “Desde então, são promovidas diversas atividades em todo o país para lembrar a sociedade e as autoridades sobre a gravidade da violência sexual”, enfatiza.

Juntamente com várias instituições, a Sociedade Matogrossense de Pediatria (Somape), realiza uma semana de atividades. Clique aqui a saiba mais

Em abril, a Sociedade de Pediatria do estado do Rio de Janeiro (Soperj) realizou a Dinâmica familiar e violência doméstica contra a criança e o adolescente. Saiba mais.

Sociedade de Pediatria de Pernambuco (Sopepe) informa sobre suas atividades mais recentes…