carregando...

Médicos e professores devem ficar atentos a sinais de maus tratos em crianças

Arquivo 05/04/2011

Segundo a SBP, na maioria das vezes a criança é agredida dentro de casa por pessoas que ela conhece. As vítimas indefesas não sabem pedir socorro e não percebem o risco que estão correndo (…). Muitos destes casos acabam nas mãos de médicos que têm a responsabilidade de identificar e denunciar. “Quando você atende uma criança ou um adolescente, independente da causa que o trouxe ao serviço de saúde, é preciso que ele seja visto, ouvido. Valoriza-se muito a linguagem não verbal dos bebês e a história familiar”, disse dra. Rachel Niskier, diretora e coordenadora de campanhas da SBP, à reportagem. Veja o vídeo abaixo.