carregando...

Palestra alerta profissionais para diagnóstico precoce do câncer infantil

Arquivo 27/11/2008
27.11.08

Na semana de combate ao câncer, uma palestra gratuita, nesta quinta-feira (27), voltada aos profissionais da área de saúde, vai alertar os médicos e enfermeiros sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer infantil.

O evento, promovido pela Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES), acontece a partir das 19h, na Associação Médica de Pernambuco, na Praça Valdemar de Oliveira, bairro da Boa Vista, com a participação da médica do Centro de Oncohematologia Pediátrica do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC) Vera Morais.

“Não existe campanha de prevenção para o câncer pediátrico, como existe para os cânceres adultos. Por isso, no caso do câncer infantil, é fundamental que haja o diagnóstico precoce. Por conta da falta desse diagnóstico, ainda recebemos muitas crianças com o problema já avançado”, alerta a médica. “Muitas crianças já chegam aos hospitais em estado avançado, dificilmente a doença é identificada logo o que é um prejuízo muito grande”, completa Vera Morais.

Segundo ela, é necessário que os profissionais que atuam na atenção primária de saúde comecem a verificar, com mais atenção, os sintomas do câncer.

“Eles são parecidos com os das doenças benignas da infância, como a febre, por exemplo. Mas se ela se estende por mais de uma semana, se começa a aparecer sangramento, se a criança começa a perder peso, apresentar palidez, manchinha branca no olho, aumento na barriga, o profissional e também a família já deve ficar mais alerta, porque essas também são sintomas de leucemia, que é o tipo de câncer que mais afeta as crianças”, afirmou.

Ainda segundo Vera, na grande maioria das clínicas de tratamento de câncer infantil, a taxa de cura chega a 70%, quando o diagnóstico é feito precocemente. “Por isso é importante procurar sempre um pediatra, e que este profissional esteja alerta para esses sintomas”, salientou a especialista que também é presidente do Comitê de Oncohematologia da Sociedade Brasileira de Pediatria.
DIA NACIONAL DE COMBATE AO CÂNCER
Celebrado no dia 27 de novembro, o Dia Nacional de Combate ao Câncer foi criado em 1988 com o objetivo de ampliar o conhecimento da população sobre o tratamento e, principalmente, sobre a prevenção da doença.

Todo ano, é escolhido um tema para nortear as atividades de caráter educativo e social que são desenvolvidas na data. Este ano, o Instituto Nacional de Câncer (Inca) voltou as atenções para o tratamento e diagnóstico do câncer infantil.

A doença é uma das cinco principais causas de óbitos em crianças menores de cinco anos e a segunda maior causa na faixa etária de cinco até os 19 anos. Somente para este ano, segundo o Registro de Casos de Base Populacional, do Inca, havia a estimativa de, aproximadamente, 10 mil casos da doença.

da redação do pe360graus.com