carregando...

Pediatra, participe da paralisação do atendimento aos planos de saúde dia 7 de abril

Arquivo 04/04/2011

05/04/11 – Os médicos que atuam na saúde suplementar vão suspender o atendimento a todas as seguradoras e operadoras de planos de saúde em 7 de abril, quinta-feira, Dia Mundial da Saúde. A estratégia integra campanha das entidades nacionais, Associação Médica Brasileira (AMB), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Federação Nacional dos Médicos (Fenam), por melhoria da remuneração e contra o desrespeito das empresas aos profissionais e às famílias, e conta com o apoio da SBP.

No Fórum de Defesa Profissional, realizado pela Sociedade em São Paulo, dia 18 de março, seguindo recomendação da diretoria, foi aprovada, por unanimidade, a participação de todas as filiadas e pediatras no movimento. Segundo dr. Milton Macedo, diretor de Defesa Profissional, apenas devem ser atendidos os casos de urgências e/ou emergências. A paralisação será de apenas um dia e as consultas previamente marcadas devem ser agendadas para outra data. O chamado é dirigido aos médicos que atuam na Saúde Suplementar.

Na pauta de reivindicações há três eixos:

1) reajuste dos honorários médicos pelos valores da CBHPM (Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos), já corrigidos pela inflação;

2) contratualização com os planos de saúde, conforme exigência da Resolução Normativa nº 71/2004, da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o que significa inserção dos critérios de reajuste nos contratos;

3) aprovação do projeto de lei 6964/2010, que institui a obrigatoriedade de reajuste periódico dos honorários médicos, determinando que a Agência Nacional de Saúde Suplementar arbitre no caso de impasse nas negociações, entre outros itens.

Leia, os documentos, a seguir:

Mensagem do dr. Eduardo Vaz aos pediatras;

Carta de esclarecimentos aos médicos (AMB, CFM e FENAM);

Carta aberta à população (AMB, CFM e Fenam)

Converse com seus pacientes e participe!