carregando...

Pediatras de Sergipe suspendem atendimento com guias de operadoras

Arquivo 17/02/2012

 Os pediatras de Sergipe não estão aceitando as guias de várias operadoras de saúde desde 06 de fevereiro. A decisão foi tomada em assembleia, diante da falta de resposta às suas reivindicações e com objetivo de preservar a qualidade da assistência aos pacientes. A informação é da presidente da Sociedade Sergipana de Pediatria (Sosepe), dra. Glória Lopes (foto), que explica: “Em dezembro, a entidade encaminhou às empresas proposta de reajuste de honorários, pois o último fora na mesma época, em 2010, quando não foi aceita cláusula de contratualização anual, nem acerto do próximo índice, mas ficou pactuado que a nova negociação ocorreria em doze meses. O objetivo apresentado foi a implantação plena da CBHPM 2010. Mas depois de 40 dias sem resposta, não houve alternativa senão a paralisação. Os pediatras foram  liberados para a cobrança das consultas diretamente dos pacientes, com valor mínimo de R$86,00 e o conselho de que peçam ressarcimento às empresas. Em caso de recusa, a indicação é que contatem o Procon”. Estão excluídos da suspensão os usuários da Unimed e da Petrobras, que já praticam valores diferenciados.

Dra. Glória acrescenta que já depois de iniciada a paralisação algumas operadoras responderam à Sosepe, mas nenhuma satisfatoriamente. Na última quarta-feira foi realizada audiência no Ministério Público por solicitação do Grupo Unidas, mas não houve avanço. “Oferecem reajuste insuficiente, apenas uma reposição da inflação, o que é muito pouco. Temos um déficit acumulado de 10 anos. Querem também começar a praticá-lo partir de agora, e não de primeiro de janeiro, que seria o justo. Além do Grupo Unidas, apenas o Bradesco e a Geap apresentaram propostas, nenhuma foi considerada justa e foram recursadas”, disse.

No dia 30 de janeiro, a Sosepe enviou à Agência Nacional de Saúde (ANS) a denúncia intitulada “Empresas Operadoras de Planos de Saúde em Sergipe não respondem às propostas de Reajuste dos Honorários para 2012”,  informando as solicitações encaminhadas às operadoras de saúde, a ausência de respostas e a decisão de suspensão do atendimento. Uma nova assembleia dos pediatras sergipanos está marcada para o dia 23 de fevereiroàs 19hs, na sede da Sociedade Médica de Sergipe. “É muito importante a participação de todos os colegas”, conclama a presidente da Sosepe.