carregando...

Esclarecimento sobre as vacinas Influenza 2016

Artigo 07/04/2016

vacina

 

Composição das vacinas 2016

Vacinas Trivalentes 2016

- A/California/7/2009 (H1N1)pdm09

- A/Hong Kong/4801/2014 (H3N2)

- B/Brisbaine/60/2008

Vacinas Quadrivalentes

- A/California/7/2009 (H1N1)pdm09

- A/Hong Kong/4801/2014 (H3N2)

- B/Brisbaine/60/2008

- B/Phuket/3073/2013 

As vacinas Trivalentes e Quadrivalentes são em tudo semelhantes. A única diferença é o acréscimo de uma cepa B na última. Dependendo da circulação do vírus influenza B no ano, esse acréscimo pode ou não representar diferença expressiva. Em relação ao H1N1 atualmente circulando em algumas regiões brasileiras, a eficácia é a mesma.

Segundo a Sociedade Brasileira de Imunizações, ambas podem ser aplicadas em gestantes, o que também resulta em proteção do lactente nos primeiros quatro meses de vida. A Quadrivalente GSK está licenciada a partir de 3 anos de idade, enquanto a Quadrivalente Sanofi Pasteur está licenciada a partir de 6 meses de idade. Esta última deverá estar disponível a partir de 15/04.

A campanha do Sistema Único de Saúde está prevista para iniciar-se em 30 de abril, com diferenças regionais. Utilizará a vacina trivalente e será destinada a menores de 5 anos de idade, maiores de 60 anos, gestantes, puérperas e pacientes com comorbidades.

Mesmo aqueles que se vacinaram no último ano devem receber a vacina 2016, não só pela diferença em relação ao H3N2, mas também em decorrência da curta duração da imunidade que não ultrapassa um ano habitualmente.

 José Geraldo Leite Ribeiro – CRMMG 13231

Pediatra, epidemiologista e mestre em medicina tropical.

Professor da FCMMG e FASEH.