carregando...

O inverno traz maior risco para crianças com asma

Departamentos Científicos 01/07/2016

canstockphoto22356450

“Quando a temperatura cai e surgem as doenças do inverno é preciso que todos fiquem mais atentos às nossas crianças com asma. Um simples resfriado pode precipitar um ataque desencadeado por vírus e que pode ser ameaçador para a vida”, lembra o dr. Emanuel C. Sarinho, presidente do Departamento Científico (DC) de Alergia da SBP. 

Para o especialista, “é importante saber que os vírus respiratórios são precipitantes de crises de asma que podem ser graves. As hospitalizações e o atendimento na urgência e internamentos aumentam no final do outono e início do inverno em todos os lugares do mundo”.

Dr. Sarinho acrescenta ainda que o coordenador do Conselho Nacional de Saúde da Austrália, Jonathan Burdon, defende atuação rápida no controle dos primeiros sintomas para prevenir o desenvolvimento de sintomas e até mesmo de um ataque de asma. “Para ajudar os pequenos pacientes a ficarem saudáveis e seguros é importante que a asma esteja controlada no inverno, antes que o problema ocorra”, diz o presidente do DC. São medidas importantes, que os pediatras devem informar aos familiares:

1 – Agendar consulta da criança com quadro persistente antes que o inverno inicie e atualizar o plano de ação ao primeiro sintoma de crise. 
2-  Muita atenção para não esquecer de usar a medicação preventiva de forma regular e vacinar a criança contra gripe. 
3- Lavar  frequentemente as mãos dos adultos e do pequeno paciente. 
4- A medicação de resgate, sempre que necessária, deve  ser usada sem  parcimônia, tendo claro que esses medicamentos não causam problemas ao coração e podem salvar a vida da criança .