Quando introduzir novos alimentos para o bebê

Departamento Científico de Pediatria Ambulatorial

  • Novos alimentos como frutas e papas principais devem ser introduzidas, preferencialmente à partir dos 6 meses de vida.

    • À partir dos 6 meses, o bebê consegue sentar, sustentar a cabeça, o tronco e perder o reflexo de esticar a língua para mamar, o que levaria a empurrar a colher para fora.
    • Ele passa a ser mais curioso e abre a boca mais facilmente para provar novas coisas
  • Além da questão da maturação motora e cognitiva:

    • Certas enzimas digestivas começam a ser mais eficazes no sexto mês
    • As bactérias intestinais já estão instaladas e protegem o bebê de possíveis infecções
    • Os rins começam a ser capazes de eliminar maiores quantidades de sódio
    • As defesas (sistema imunológico) estão prontas para entrar em contato com novos nutrientes e proteínas, impedindo que o bebê desenvolva alergias alimentares.
    • Introduzir novos alimentos antes do período de 4 a 6 meses pode ser perigoso devido a diminuição de ingesta do leite materno (alimento mais rico para o período), levando à deficiência de vitaminas e sais minerais e ao excesso de peso. Lembrar da imaturidade gastrointestinal e imune que podem levar ao desenvolvimento de quadros infecciosos e de alergia alimentar.
    • Oferecer alimentos muito tarde também é negativo, porque nesta fase de muitas mudanças a amamentação exclusiva precisa ser complementada com mais nutrientes. O bebê está crescendo !!
  • Não. Atualmente, as fórmulas infantis são suplementadas e o bebê em leite artificial deve receber os primeiros alimentos aos 6 meses de vida também.

  • Neste caso, o pediatra irá calcular a ”idade gestacional corrigida”, ou seja, quantos meses seu bebê teria na data da consulta se tivesse nascido a termo. Em geral, ele será mais novo e a entrada de novos alimentos será adiada para quando a idade corrigida for a de 6 meses. Isso garante que o sistema muscular responsável pela mastigação e deglutição estejam prontos e maduros para o funcionamento. Porém se o prematuro se desenvolver normalmente e tiver um bom crescimento ,o pediatra poderá promover a introdução alimentar aos 6 meses de vida.

  • O pediatra deverá avaliar a evolução motora e cognitiva do bebê, sempre importante ter o acompanhamento da fisioterapia e da fonoaudiologia em parceria na orientação. Em geral, para iniciar a alimentação, o bebê deve conseguir sentar-se e sustentar a cabeça.  

  • O pediatra deverá avaliar a evolução motora e cognitiva do bebê, sempre importante ter o acompanhamento da fisioterapia e da fonoaudiologia em parceria na orientação. Em geral, para iniciar a alimentação, o bebê deve conseguir sentar-se e sustentar a cabeça.  

Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 

SBP-RS • Av. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520