Se eu adotar um bebê, será que consigo amamentar?

Departamento Científico de Aleitamento Materno 

  • Em famílias que vão adotar um bebê ou estão esperando um bebê por “barriga de aluguel” a mulher pode se preparar antecipadamente para desfrutar desse ato tão especial. Mães que por algum motivo interromperam a amamentação e desejam voltar a amamentar também podem, através de algumas medidas, voltar a produzir leite e retomar o ato de amamentar.

    Amamentar é mais do que a passagem do leite da mãe para a criança. É um ato que envolve contato físico, troca de olhares, sons, odores e uma oportunidade especial de interação da mãe e seu filho.

    Por isso, vale a pena investir em estratégias que já foram testadas e que promoveram a lactação (produção de leite) e amamentação (ato de dar o peito para a criança) em mulheres que adotaram uma criança ou que tentaram retomar a amamentação após uma interrupção não planejada.

  • Depende da situação. Se a adoção vai demorar alguns meses ou se a família está esperando adotar uma criança nascida por “barriga de aluguel”, o processo de indução da lactação pode começar com alguns meses de antecedência. Existem diversos procedimentos já testados e com bons resultados para induzir a produção de leite.

  • Se por algum motivo você teve que interromper a amamentação, é possível, utilizando algumas técnicas, medicação e orientação adequada, retomar a amamentação, até mesmo exclusivamente. Essas técnicas e esses protocolos são semelhantes aos utilizados para indução da lactação em mães adotivas.

    Procure orientação de profissionais especializados, incluindo seu pediatra, para que você possa realizar esse tratamento com maiores chances de obter bons resultados.

     

  • A indução de produção de leite materno é um processo complexo e que pode levar algum tempo.

    Além disso, envolve o uso de medicamentos e técnicas de manejo das mamas, como uso de bombas de extração de leite, que requerem um planejamento e uma supervisão para atingir os objetivos esperados.

    É muito importante que você busque ajude e orientação de profissionais com qualificação, conhecimento e experiência para lhe ajudar a conseguir os objetivos desejados.

     

  • Compreenda que amamentar envolve não apenas a passagem de leite da mãe para a criança. Como já dissemos, e vale aqui reforçar, é um ato que envolve contato físico e intensa relação emocional.

    Procure entender todo o processo e tenha clareza nas suas expectativas. Na prática, apesar de possível, é pequeno o número de mulheres que conseguem amamentar exclusivamente com a indução da amamentação.

    Mas entenda que é muito importante, caso seja essa sua escolha, estar com seu bebê junto a você para amamentar, da melhor maneira e tempo que forem possíveis.

    Como já dissemos amamentar não é apenas a passagem de leite de você para seu filho.

    Como uma mãe disse: “Meu desejo é amamentar. Se meu filho ainda receber meu leite melhor ainda!”.