carregando...

Campanha Receite um Livro é lançada em Brasília durante Congresso

Filiadas 25/05/2016
capco2016-1
Dr. Christian Müller durante abertura do evento/Fotos: SPDF

 

“Excelente”, é a definição do presidente da Sociedade de Pediatria do Distrito Federal (SPDF), Christian Müller, para o lançamento regional da campanha “Receite um Livro”, ocorrido durante o II Congresso de Atualização em Pediatria do Centro-Oeste (CAPCO), entre os dias 10 e 13 de maio, em Brasília. A campanha é realizada pela SBP em parceria com a Fundação Maria Cecília Souto Vidigal e Fundação Itaú Social. 

A psiquiatra infantil Tatiana Valverde, de Brasília, fez uma palestra assinalando a importância dos pediatras indicarem a leitura para os bebês desde a gestação. A temática também foi abordada em curso pré-congresso e mesas-redondas sobre Desenvolvimento e Comportamento.  “O CAPCO teve todo um programa voltado para a saúde e não apenas para a doença”, assinala o dr. Christian. 

Segundo o presidente da SPDF, o público vem aumentando quando se inclui a questão da leitura nos debates. “Isso nos deixa muito felizes, percebemos uma mudança entre os pediatras”, frisa. Dr. Christian reforça a necessidade de que a campanha esteja presente em diferentes eventos, ampliando a percepção sobre o desenvolvimento e a importância da prevenção tanto na saúde física, quanto mental.

Pediatra Solidário

Durante o Congresso, foi lançado também o projeto Pediatra Solidário – uma iniciativa da SPDF para a realização de consultas gratuitas em instituições filantrópicas de Brasília. “Buscamos unir duas vertentes: de um lado, as crianças e os adolescentes que necessitam de atendimento e, do outro, o pediatra que se dispõe ao voluntariado”, explica Christian Müller.

De acordo com o presidente da filiada, o profissional poderá realizar o trabalho voluntário tanto na sede da ONG quanto em seu consultório. “O ideal é que atenda na instituição, para que tenha noção da realidade que cerca a criança no ambiente em que vive. Isso servirá de aprendizado para o próprio pediatra”, argumenta. 

Poderão se inscrever no projeto as ONG’s que cuidam de crianças institucionalizadas, como as que vivem em orfanatos, abrigos, casas de passagem ou em situação de vulnerabilidade. O edital está aberto e as instituições sem fins-lucrativos que se interessarem poderão entrar em contato com a SPDF, se cadastrar e dar início a essa parceria. 

Sucesso de público 

Realizado pela SBP e pelas filiadas do Distrito Federal e de Goiânia, o CAPCO reuniu cerca de 800 pessoas e aproximadamente 100 palestrantes, de todas as regiões do País, que discutiram temas relevantes para o dia a dia do pediatra. “Dentre as atividades, tivemos mesas-redondas sobre pediatria em consultório, fórum sobre pediatria geral. O objetivo foi valorizar a opinião do médico de crianças e adolescentes e não somente a do especialista em área de atuação”, ressalta o dr. Christian.